Sala de estar com uma TV no centro exibindo o filme "Garota Exemplar".

5 serviços de streaming para quem cansou das séries da Netflix

Por
6/3/18, 12h14 6 min Comente

A Netflix está oficialmente no Brasil desde setembro de 2011. De lá para cá, o serviço mudou bastante. As séries originais, inexistentes naquela época, hoje povoam as listas de produções sugeridas. Os filmes de terceiros, que eram o carro-chefe, perderam espaço. Tudo isso é resultado do próprio sucesso da Netflix, que acaba dificultando renovações e novos contratos com outros estúdios.

Esse movimento de foco em produções próprias e exclusivas não deve mudar tão cedo. Em 2018, a Netflix anunciou que investirá US$ 8 bilhões em conteúdo, valor que se reverterá em 80 filmes e muitas séries — a estimativa é de que, até o fim do ano, o acervo contenha 700 séries originais.

Se essas séries não chamam a sua atenção, se você prefere filmes ou se seu gosto é mais segmentado, a boa notícia é que existem alternativas à Netflix. Algumas são bem parecidas, incluindo produções próprias/exclusivas; outras, focam em uma área a fim de agradar públicos bem específicos.

Abaixo, estão cinco delas, todas operantes no Brasil e com períodos gratuitos de degustação. Elas estão listadas em ordem alfabética.

Amazon Prime Video

Tela inicial do site do Amazon Prime Video.
Imagem: Amazon/Reprodução.

O serviço de streaming da Amazon é o mais parecido com a Netflix na forma e funcionamento. Ele traz filmes, séries e alguns exclusivos, incluindo sucessos de crítica como The Grand Tour, The Man in the High Castle e American Gods.

Além do acervo, o plano também inclui uma inscrição no Twitch Prime. O Twitch é uma plataforma de streaming de videogames, comprada pela Amazon em 2016.

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: R$ 7,90/mês nos primeiros seis meses; depois, R$ 14,90/mês.
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard, Diners e Elo).
  • Plataformas: Android, iOS e Smart TVs.

Saiba mais sobre o Amazon Prime Video.

Crunchyroll

Alguns animes oferecidos pela Crunchyroll.
Imagem: Crunchyroll/Reprodução.

A Crunchyroll foi lançada em 2006, a princípio como um serviço de hospedagem de animações japonesas, os animes, traduzidos por fãs e nem sempre com o aval dos donos das produções. Nos anos 2010, o serviço se profissionalizou e passou a fechar acordos com estúdios e distribuidoras, virando o destino preferido de que aprecia obras audiovisuais nipônicas.

A Crunchyroll está no Brasil desde 2012. O acervo é vasto, conta com títulos populares como Dragon Ball Super, One Piece e Naruto. Para alguns títulos, é feito o “simulcast”, quando uma série exibida no Japão é disponibilizada uma hora depois na plataforma para o público brasileiro. O site ainda conta com um blog que acompanha os bastidores dos estúdios e publica notícias do meio.

Além de animes, a Crunchyroll também oferece mangás (quadrinhos japoneses) e “dramas”, que são séries japonesas com atores reais.

  • Período gratuito: 14 dias.
  • Custo: US$ 4,99/mês (cerca de R$ 16/mês).
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard, American Express e Discover) e PayPal.
  • Plataformas: Android, Apple TV, Chromecast, iOS, PlayStation 3, PlayStation 4, PlayStation Vita, Xbox 360, Xbox One e Wii U.

Saiba mais sobre a Crunchyroll.

Looke

Alguns títulos oferecidos pela Looke, na página inicial do site.
Imagem: Looke/Reprodução.

Criada por duas brasileiras, a Looke está no mercado desde abril de 2015 e oferece tanto a fórmula da Netflix, de uma mensalidade que concede acesso ao catálogo, com a do Google e Apple, de aluguéis e vendas de filmes.

Os filmes e séries que podem ser vistos no modelo de assinatura integram o “Vídeo Club” e são identificados por uma etiqueta “colada” nas imagens dos filmes.

Além do aluguel avulso, no plano mais caro do serviço de assinatura o cliente ganha o direito a alugar um filme por mês. O custo do aluguel varia de R$ 3,99 a R$ 4,99 por título.

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: R$ 16,90/mês (1 tela); R$ 18,90/mês (3 telas); ou R$ 25,90/mês (5 telas + 1 locação/mês).
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard e American Express) e gift codes.
  • Plataformas: Android, iOS, Smart TVs (Philips, LG, Samsung e Sony), macOS, Xbox 360, Xbox One e Windows.

Saiba mais sobre a Looke.

Mubi

Tela inicial do site da Mubi.
Imagem: Mubi/Reprodução.

O modelo da Mubi é o mais original da lista. Todo dia, um novo filme entra no acervo. Ali, ele fica disponível aos assinantes por apenas 30 dias. Depois disso, sai de cena. Na prática, o assinante sempre tem cerca de 30 filmes para escolher.

Além do streaming, a Mubi vende também a curadoria, já que os títulos que veicula dificilmente são encontrados em outros serviços ou mesmo para compra ou aluguel. Na capa do seu site, a Mubi diz que busca oferecer “filmes cult, clássicos, independentes e premiados de todo o mundo”.

O único porém é que a Mubi não oferece legendas em português. Títulos em outros idiomas que não o inglês têm legendas nesse idioma, mas os falados em inglês, não. Em comentários nas lojas de apps, a Mubi garante estar trabalhando para resolver essa deficiência.

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: US$ 8,99/mês (cerca de R$ 29/mês);
  • Meios de pagamento: cartão de crédito (Visa, Mastercard e American Express) e PayPal.
  • Plataformas: Android, Apple TV, Amazon Fire TV, Chromecast, iOS, macOS, Smart TV (Sony, Samsung, Android TV) e Windows.

Saiba mais sobre a Mubi.

Oldflix

Lista de filmes recentes da Oldflix.
Imagem: Oldflix/Reprodução.

O apelo da Oldflix está no nome: filmes antigos, ou, como diz o serviço, “clássicos retrô” do cinema e da TV.

É um serviço brasileiro e o único da lista sem aplicativo para plataformas da Apple. Em janeiro, via redes sociais, a Oldflix anunciou que colocaria 30 novos filmes todo mês, ou um por dia.

Além de filmes, a Oldflix traz algumas séries clássicas como Agente 86, Kung-Fu, Jeannie é um Gênio e Além da Imaginação (essa última, a que inspirou Black Mirror).

  • Período gratuito: 7 dias.
  • Custo: R$ 14,90/mês.
  • Meios de pagamento: cartão pré-pago ou boleto bancário.
  • Plataformas: Android, Chromecast.

Saiba mais sobre a Oldflix.

Compartilhe: