Mochila da Luiza Terpins com números.

O que tem na sua mochila, Luiza Terpins?

Por
9/4/18, 18h51 4 min 17 comentários
Foto da Luiza Terpins.

Luiza Terpins é jornalista e trabalha na revista de bordo da GOL, feita pela Editora Trip. Viaja bastante para escrever matérias de turismo, comportamento e negócios. Também faz parte do time de organização do Startup Weekend São Paulo e da ZeroOnze, comunidade de startups da capital paulista. De uns tempos para cá, começou a se aventurar no Medium, onde escreve principalmente sobre empreendedorismo, um de seus assuntos favoritos.

  1. Moto G5S. Foi o aparelho com o melhor custo-benefício que encontrei no final do ano depois que o meu Samsung J7 quebrou. Escolhi este modelo porque tem giroscópio e estou em uma fase de assistir conteúdos em realidade virtual. Não o amo, mas quebra o galho.
  2. MacBook (12″, Space Grey, 256 GB, modelo 2017). Tudo que eu preciso em apenas 900 gramas. Sério, é inacreditável. Para quem guarda tudo na nuvem e não usa programas pesados no dia a dia como eu, é maravilhoso. O único detalhe que incomoda um pouco é o teclado, bem diferente dos modelos anteriores, mas acostuma com o tempo.
  3. Necessaire de maquiagens. Rímel, blush, base… A gente nunca sabe quando vai precisar retocar a maquiagem, né :P
  4. Carteira Dobra (modelo “old is cool”). Sempre tive carteiras enormes e, agora, tenho usado bastante a da Dobra, marca gaúcha de carteiras feitas em Tyvek, aquele material que parece papel. É bem fininha e leve, ótima para carregar somente o necessário. Fiz uma matéria sobre eles recentemente, dá para ler aqui.
  5. Adaptador Satechi St-Cmam Multi USB-C Cinza. Ah, sim, o MacBook tem este outro detalhe que é a falta de entradas USB. Esse adaptador também me salva quando preciso carregar o laptop e conectar um pendrive ao mesmo tempo, por exemplo.
  6. Kindle Paperwhite. Apesar de sempre ter sido apaixonada por livrarias e livros de papel, adotei os e-books numa boa e já não me imagino sem um Kindle. A praticidade de ter vários títulos em um só lugar é maravilhosa. Me salva muito, principalmente em voos.
  7. Outra necessaire. Onde guardo escova, pasta de dente, remédios, band-aid e etc. Comprei essa necessaire em San Francisco, em uma loja incrível chamada Flight 001. Lá, tudo é temático de viagens e aviação. Não sei se dá para ver, mas a estampa deste modelo é uma brincadeira com os manuais de segurança de bordo.
  8. Leque. Sim, pode rir, mas eu sou apaixonada por esse leque. Tenho a mania de andar muito rápido, então quando está calor ele dá uma aliviada rs.
  9. Bolsa. Sou a louca das bolsas. Essa eu comprei em agosto do ano passado em Roma, numa feira de rua (feira mesmo, tinha frutas, legumes, etc). Esse estilo saco é bem prático e cabe de tudo — o que é um perigo, porque acabo colocando mais do que deveria.
  10. Caderno. Jornalista, né? Onde anoto minhas entrevistas e assuntos que rolam em reuniões. De tempos em tempos completo as páginas e troco. Esse eu comprei em uma loja de departamento em Los Angeles a US$ 4. Amei que a estampa imita um piso de mármore.
  11. Canetas e lapiseira. Amo canetas e sempre ando com várias. Essas eu comprei em uma loja da Muji em Paris. A branca é uma lapiseira 0.5mm muito macia.
  12. Fone JBL T450, preto. Ótimo custo-benefício. Não é daqueles que bloqueiam o ruído externo, mas quebra um ótimo galho em voos. No dia a dia – rua, ônibus, metrô e etc – costumo usar o fone comum que veio com o celular.
  13. Can’It 280ml Les Artistes. Como eu bebo menos água do que deveria, comprei essa lata térmica para servir de incentivo. É fácil de carregar e bem prática: mantém a bebida quente por cinco horas e gelada por dez horas. Encontrei na lojinha do Palais de Tokyo, em Paris.
  14. Guarda-chuva Puma. Acredite ou não, mas tenho esse guarda-chuva há DEZ ANOS! Comprei em 2008, quando fiz intercâmbio de seis meses em Vancouver, no Canadá. Como chove muito na cidade — não à toa, é carinhosamente chamada de “Raincouver” —, decidi na época investir em um modelo resistente, só não esperava que durasse tanto. Já me acompanhou em várias viagens desde então.
Mochila da Luiza Terpins com números.
Clique para ampliar. Foto: Luiza Terpins.

Nota do editor: “Na mochila” é uma seção semanal do Manual do Usuário que apresenta o interior das bolsas e mochilas de leitores, colegas e amigos. Veja as outras mochilas já publicadas e mande a sua.

Compartilhe:
  • Noah Cezario

    AEE! voltou!

    Quero links pra esse guarda chuva, em media, compro 2 por mês que sempre quebram fácil…

    • Paulo Pilotti Duarte

      Posso estar enganado, mas, é um guarda-chuva “comum” da Puma. Eu tinha um que eu ganhei de um amigo uns anos atrás.

      Se você quebra tanto guarda-chuva talvez seja a hora de investir num “de marca”. Eu comprei um conjunto de dois guarda-chuva na Náutica uns 4 anos atrás e nunca mais troquei. Hoje ando com o grande (que é bem grande) porque levaram o meu compacto quando roubaram minha mochila em 2016, recomendo se você ver por aí.

      • Gabriel Arruda

        Eu estava em uma loja de departamentos e lembrei que você tinha comentado da Nautika. Muito leve, automático e (aparentemente) resistente…e saiu por $10 apenas.

        • Paulo Pilotti Duarte

          Peguei umas chuvas brabas aqui em POA ano passado com o grande e ele segurou de boas. O pequeno eu usava na mochila e só tirava dali em situação de crise (ser pego no meio do dia com as chuvas de inverno) então não sei se ele aguentava bem o tranco. Mas a construção dele é muito superior ao que a gente tem nesses genéricos.

      • Noah Cezario

        na real é bem difícil achar os de marca aqui em Manaus, é mais fácil os paraguaios. Mas nem quebro todos, perco uns, as caronas levam e “esquecem” de devolver. É um troço difícil.

  • Bia Kunze

    Meu problema com guarda-chuvas não é a durabilidade. É eu ser cabeça oca e viver perdendo os meus… ah, e eu também levo um leque comigo durante o verão.

    • Andre Guilhon

      Hahaha. Também perco os meus. Normalmente se quando eu saio de algum lugar não está chovendo, eu saio sem guarda chuva. Mesmo que eu tenha entrado com um!
      Às vezes eu não lembro que estava de guarda chuva nem se ainda está chovendo!

  • ♥ Kindle Paperwhite ♥

  • Thiago Pereira

    Graças a Deus voltou essa seção ! Uma das minhas favoritas desse site com toda certeza , torço pra que de fato volte a ser semanal .

    Em breve enviarei minha contribuição .

  • Wellington Albertini

    Que saudades das mochilas. *.* Que bom ver elas por aqui novamente.
    E essa foi a mochila mais “global” que eu me lembro de ver aqui no MdU. Cada item comprado em um lugar diferente. rs

    • Sidney Pontes

      Tambem senti falta da seção “mochilas “. Mas estou também aguardando a volta da seção ” mesas de trabalho”. Eu até enviei foto da minha,meses atrás.

  • tuneman

    O guarda chuva é um daqueles itens tão básicos que as pessoas deveriam usar com mais frequencia…., no carro, por exemplo, deveria ser item presente..
    Como uso muito a bike (e moto de vez em quando) sempre fico atento a previsão do tempo para carregar uma capa de chuva junto (Pantaneiro de naylon).

    • Aldo Cintra

      Exatamente.
      Eu tenho 2 no carro. rs
      Um no porta-luvas, e um em um kit no porta-malas.
      Já me salvou várias vezes.
      E sim, tenho mania de kits. kkkkk

  • Essa mochila bem que podia ser minha, com uma dessas você não precisa é de mais nada na vida. =)

  • Anderson

    Legal que a seção Na mochila voltou :D
    Só lembro do guarda chuva quando está chovendo, se parou a chance de esquecer é grande.

  • Daniel Rodrigues

    Este fone JBL e um ótimo custo benefício

  • gostei do guarda chuva!