Mostre sua mesa de trabalho #28

Por
19/6/17, 16h33 5 min 10 comentários

Nesta seção do Manual do Usuário, os leitores revelam o que têm e usam em suas mesas de trabalho. Na edição de hoje, temos a mesa de Gabriel Barcelos, 30 anos, analista de sistemas, pai do Gustavo, e que é co-fundador da TimeShare Soluções em TI, em Caldas Novas, Goiás. As descrições a seguir são dele, apenas com eventuais correções e adaptação de estilo. Veja as outras já publicadas aqui.

Gabriel Barcelos

Sou analista de sistemas, casado, 30 anos, pai do Gustavo. Comecei a programar com 14 anos. Meu início foi em Delphi, mas hoje sou especializado no universo .NET. Ultimamente, a plataforma Microsoft para Developers está muito empolgante. A MS abraçou o mundo open source e declarou amor ao Linux. Trabalho diariamente com desenvolvimento de aplicativos Windows Desktop, Web e esporadicamente Mobile, além de várias tarefas burocráticas.

Como atuo em várias frentes de trabalho, fiz um upgrade no meu home office: aumentei bastante o conforto, mas, sinceramente, isso não aumentou minha produtividade. Por vezes, tenho a impressão que quando eu programava em uma cadeira de madeira, na mesa da cozinha, fazia até mais do que faço hoje. :)

  1. TV AOC 40″: Uso para assistir vídeo-aulas, tutoriais, Youtube, filmes. Coloquei um sofá 2 lugares na parede de frente a TV para esses momentos.
  2. Notebook Dell Inspiron 5500 I7 16 GB RAM 256 SSD touch screen: Usei por dois bons anos como estação de trabalho. Tunei ele com um SSD Kingston. Me atendia bem para programação e jogos mais leves. Abandonei por ter problemas no áudio, a dobradiça que começou a quebrar, e um cooler barulhento. Uma pena.
  3. Mouse Microsoft Arc Touch Bluetooth: Comprei para usar no Macbook, pois ele “não tem portas”. Qual não foi minha surpresa ao ver que ele não funcionava direito no MacOS (perde o pareamento Bluetooth sempre que desligo o mouse). Não fosse pelo meu Dell, teria se tornado um peso de papel bem caro.
  4. LG G4 H818P Dual SIM: Não está na foto, pois eu o usei para tirá-la. Uso com meu chip corporativo. Era meu aparelho principal até novembro de 2016. Mas daí ele manifestou um vício oculto da LG, entrando em bootloop (não iniciava). Mandei pra garantia, trocaram a placa mãe, e está funcionando. Mas esquenta muito quando uso o GPS nele. Além disso, a bateria não dura como antes no Android Marshmallow. Uma pena.
  5. iPhone 7 32 GB: Enquanto meu G4 estava na garantia, aproveitei o desconto da operadora e resolvi testar um iPhone. Para minha surpresa a eficiência energética dele está ótima, e fiquei fã desse botão multi-funcional na frente dele, que lê a digital, e serve como botão Home. Adoro autenticar minha conta bancária com isso, bem como fazer transações bem rápido, além do que sempre odiei desbloquear celular com aqueles padrões de desbloqueio e senha. Se a Apple remover esse botão frontal com biometria no futuro, perderá muito a relevância na minha opinião.
  6. Macbook Pro I7 512 SSD 16GB RAM Touch Bar + Touch ID: Como meu Inspiron apresentou problemas, resolvi conhecer o mundo Apple. Investi no modelo Pro porque queria um processador quad-core. A ideia era usar Windows via bootcamp. Infelizmente, não deu certo. E já me estressei bastante com ele nesse primeiro mês de uso. Quem quiser saber mais sobre a experiência de um programador Windows que começou a usar Mac, compartilho tudo no meu blog pessoal.
  7. Adaptadores para Macbook: Adaptador para USB-A usado pelo receptor do mouse e um adaptador triplo (HDMI, USB-A, USB-C) para o monitor externo e teclado.
  8. Monitor LG: Prefiro usar o note com um monitor externo, melhora a posição de trabalho.
  9. Teclado Microsoft: Teclado com muitos atalhos exclusivos Windows, que não senti falta pois não estava acostumado a utilizá-los. Uso muito PLAY/PAUSE e outras teclas de áudio dedicadas, e fiquei feliz em ver que elas funcionam normalmente no MacOS.
  10. Mouse Logitech genérico wireless: Bom e barato. O receptor wireless dele consome um adaptador, mas vou ficar com ele até estragar. Depois procuro outro mouse bluetooth.

Mande a sua mesa de trabalho

Quer ver a sua mesa de trabalho aqui? Mande um e-mail para emily@manualdousuario.net, com o assunto “Mesa de trabalho”, contendo os seguintes itens:

  • Foto grande da mesa. No mínimo em 1920×1080, ou seja, proporção 16:9; quanto maior, melhor. Dicas: prefira tirar a foto de dia, com o auxílio do Sol, e se tiver uma câmera dedicada, prefira-a em vez da do smartphone.
  • Local. Onde fica a sua mesa, em casa ou na empresa/escritório? (Se for no seu local de trabalho, por favor, verifique com seu chefe antes se não tem problema. A última coisa que eu quero é causar a demissão de um leitor!) E se for numa empresa e puder, informe também o nome dela.
  • Descrição dos itens. O que tem na mesa, por que essas coisas estão nela, o que é legal/se destaca entre elas… enfim, explique-a para nós. Em texto corrido, com no máximo 500 palavras. (Use o Word ou Google Docs para monitorar o limite.)
Compartilhe:
  • Interessante a mesa, achei estranho ver um MacBook sendo que você é desenvolvedor Microsoft, mas lendo o blog entendi a motivação.

    Eu estava querendo pegar um desses MacBook Pro de 15′, mas esse dólar junto com o aumento de preço nos EUA deixa o negócio inviável. Não é exatamente do mesmo segmento, mas a Avell tem um modelo novo que parece interessante se você quiser um notebook poderoso e leve: https://avell.com.br/notebooks-para-jogos/titanium-w1540-lite

    • Espero que dure esse MBPro viu xará?? Pq o preço é alto mesmo. Espero que a durabilidade compense o investimento. Mas no futuro considero trocar ele por um Surface da Microsoft. Sou fã daquela linha, só não comprei pq fiquei com receio no quesito [garantia de peças].

      • Um colega viajou aos EUA e comprou dois MacBooks, optei por comprar já que ele me ofereceu a preço de custo e já estava com o produto em mãos. Eu pensei em pegar um XPS 15, mas fiquei com receio da garantia também, além disso diferente de você eu sou um usuário de MacOS há um tempo já que, no meu caso, o ambiente de desenvolvimento funciona melhor em Mac (R, Python, Hadoop, etc…).

        Antigamente acho que fazia mais sentido esse negócio de comprar MacBook para fazer Bootcamp, hoje em dia os demais fabricantes estão entregando ótimos produtos com preço melhor e sem essas dores de cabeça por causa dos drivers.

        Eu gostaria de experimentar um Surface Book para ter a experiência perfeita do Windows, mas o preço me dói mais ainda, já que ele custa na faixa de um MacBook Pro 15′ mas com processador mais simples por ser um híbrido. Para o meu uso, não vale a pena…

  • Eu ainda não tenho uma mesa pra mostrar :/ Na minha mesa de trabalho ideal certamente haveria… um Xbox One e um PlayStation 4 lol 😂