Militantes, supostamente do grupo Al-Qaeda, explodiram um oleoduto no sul do Iêmen, provocando vazamento de petróleo e espalhando uma grande nuvem negra de fumaça no céu, disseram autoridades de segurança do Iêmen e funcionários da empresa. Não há registro de feridos no incidente.

As autoridades dizem que, segundo relatos de testemunhas, a suspeita é de que a explosão tenha sido provocada por membros do Al-Qaeda, que estariam também por trás de pacotes com explosivos descobertos na semana passada em aeroportos no Reino Unido e em Dubai. Entretanto, outros grupos militantes contrários ao governo do Iêmen têm atuado no sul do país e no ano passado atacaram vários oleodutos, para protestar contra a morte de civis durante ataques aéreos das forças iemenitas contra o Al-Qaeda.

O oleoduto, de 204 quilômetros, é operado pela estatal Korea National Oil Corp, e é parte de um campo de petróleo que produz 10 mil barris de petróleo ao dia. Os prejuízos ainda não foram calculados. As informações são da Associated Press.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]