i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Argentina

Além da reforma judicial: outras frentes de Kirchner para interferir na justiça

  • 21/09/2020 18:46
kirchner argentina
A vice-presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner| Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP

Após a aprovação da reforma judicial no Senado, Cristina Kirchner obteve mais uma vitória - parcial - no campo da justiça: com respaldo do Conselho de Magistrados, o presidente Alberto Fernández removeu de seus cargos três juízes que analisavam processos de corrupção contra a atual vice-presidente da Argentina. O tema é bastante técnico, mas mostra como Kirchner explora esses aspectos para avançar sobre a justiça e assim sustentar a tese de que foi alvo de uma perseguição judicial durante os anos do governo de Maurício Macri.

Os três juízes que foram removidos de seus cargos atuais são Leopoldo Bruglia, Pablo Bertuzzi e Germán Castelli. Bruglia e Bertuzzi eram juízes da Câmara Nacional de Apelações Criminais e Correcionais Federais. Foram transferidos para lá por decreto assinado por Macri, quando ele era presidente da Argentina. Na função, eles confirmaram acusações contra Kirchner e vários funcionários do governo dela. Castelli foi transferido por Macri para o Tribunal Oral Criminal Criminal Federal nº 7 da capital, onde se investiga a “Lava Jato argentina”, o processo conhecido como “cadernos de propinas”, que acusa Kirchner de orquestrar um grande esquema de corrupção na Argentina por vários anos. Castelli foi sorteado entre os juízes deste tribunal para julgar a vice-presidente neste processo.

São essas transferências da administração Macri que foram questionadas pelo governo atual, kirchnerista. O oficialismo diz que elas foram realizadas de maneira arbitrária, sem considerar uma votação no Senado. Afirmam que Bruglia e Bertuzzi trabalhavam como juízes em tribunais orais da primeira instância, não como juízes de câmaras de apelação, de forma que a promoção foi validada sem os trâmites requeridos. A situação também alega que o cargo de Bruglia só ficou vago porque o governo Macri teria forçado a saída do juiz anterior, Eduardo Freiler, ligado ao kirchnerismo, investigado por enriquecimento ilícito e que acabou sendo destituído em um processo político impulsionado pelo macrismo.

Portanto, o impasse atual gira em torno da questão: para transferir um juiz é necessária a aprovação do Senado?

A dúvida já havia sido levantada na época em que as transferências ocorreram, segundo lembra o professor de Direito da Universidade de Buenos Aires, Flavio González. Ele explica que essas transferências são feitas em caso de aposentadoria ou morte de um juiz que compõe a câmara, com o objetivo de não travar o funcionamento das salas enquanto se espera a seleção de um novo juiz por concurso, que necessita aprovação do Conselho de Magistrados. A Suprema Corte de Justiça havia determinado que os traslados eram legais e os atos também haviam sido aprovados pelo Conselho de Magistrados da época.

Contudo o assunto voltou à pauta pelas mãos do novo governo, que iniciou o processo de rejeição das transferências no Conselho de Magistrados, que atualmente conta com maioria favorável ao kirchnerismo. Na semana passada essa decisão foi confirmada pelo Senado, onde a maioria também é governista, e apenas horas depois Alberto Fernández assinou três decretos que essencialmente anularam os de Macri e mandaram os juízes de volta aos cargos anteriores. Também no mesmo dia, a Câmara Federal de Cassação, o máximo tribunal penal, determinou, por maioria, que os juízes deveriam obedecer as determinações do presidente.

Associações profissionais e acadêmicas do Direito repudiaram os decretos de Fernández e a votação no Senado, que ocorreu sem a presença da oposição minoritária e sob o comando da vice-presidente, Cristina Kirchner. A Associação de Magistrados e Funcionários da Justiça Nacional (AMFJN) manifestou preocupação sobre uma situação que considerou “inédita” e pediu “prudência ao Poder Executivo”, segundo o jornal La Nacion. A Associação Será Justiça foi mais enfática e considerou os decretos um "golpe à independência judicial" e convocou o Supremo Tribunal Federal para tratar do assunto rapidamente.

Os três juízes pediram que a Suprema Corte resolva a questão de uma vez por todas, o que deve ocorrer nesta semana, segundo o jornal Clarín.

Para González, transferências de juízes não deveriam ser prioridade da pauta do Senado. Ele acredita também que este é um assunto que interessa exclusivamente à Cristina Kirchner. “Há muitos juízes que estão nessa condição no país, mas ela só avançou com a remoção dos juízes que estão investigando-a”, afirmou.

Ministério Público

Há ainda uma outra frente da ofensiva dos kirchneristas sobre a justiça: buscam pela destituição do procurador-geral interino da Argentina, Eduardo Casal, que está à frente do Ministério Público desde a renúncia da ex-procuradora Alejandra Gils Carbó. Foi ela quem nomeou Casal, um promotor de carreira, como seu sucessor temporário até que o Senado nomeasse seu substituto - o que não ocorreu até hoje por desentendimentos políticos.

Para que o governo de Fernández consiga aprovar um novo nome para o cargo, é necessária a aprovação de dois terços do Senado. Recentemente, o presidente enviou à casa o nome de Daniel Rafecas, mas ainda não houve acordo com a oposição. Alguns congressistas kirchneristas chegaram a cogitar a hipótese de alterar as normas para que ele fosse aprovado com a maioria simples dos senadores, mas a ideia foi rejeitada até por Rafecas.

Com a dificuldade de aprovação de um titular, os kirchneristas estão tentando remover Casal por meio de um processo disciplinar no Ministério Público. Um processo de impeachment também está sendo avaliado pelo Congresso, depois que instituições alinhadas ao kirchnerismo pediram a remoção de Casal, alegando “mau desempenho de suas funções” e “duplo padrão”, mas os governistas não têm votos suficientes para derrubá-lo.

“[Os kirchneristas] sempre tiveram problemas com o Poder Judiciário, o veem como um obstáculo para seu projeto político”, afirmou González. “A ideia é colonizar o judiciário com juízes fiéis ao kirchnerismo, começar a construir uma Justiça Federal que seja a favor dos interesses de Kirchner”.

15 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 15 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • S

    sebastião orlando machado

    ± 0 minutos

    Qualquer semelhança não é mera coincidência, não estamos muito distantes disso aí. Nosso STF, ja governa de forma paralela, persegue opositores, engavetou processos de vários politicos e usa como moeda de troca com a câmara e o senado, e só não está pior porque temos um presidente conservador que apesar de todas as adversidades e canalhices que sofre, consegue evoluir algumas reformas e possui o apoio da grande maioria da população. Mas temos que estar atentos, muito atentos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • M

      Maquiavel

      ± 4 horas

      A Argentina caminha a passos largos em direção a venezuelização

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • P

        Paulo Afonso Pasquotto de Lima

        ± 5 horas

        O Bolsonaro avisou, vai virar Venezuela. Logo teremos êxodo da Argentina que nem na Venezuela. Povo burro e estúpido vota em ladrão e comunista (tipo Luladrão) e aí tem de tomar no TCU mesmo.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • C

          Carlos Roberto

          ± 6 horas

          Erro possível de reparação só nas próximas eleições. Isso se sobrar um Argentina em pé!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • A

            Afonso Celso Frega Beraldi

            ± 6 horas

            Ha que se ter cuidados extremos aqui no Brasil. A esquerda argentina esta mostrando as garras, dominando o judiciario, a imprensa, promovendo a estatizacao de empresas privadas, congelamento de precos, controle de cambio, tudo que é possível para implantação de uma ditadura esquerdeba. Olhar a Argentina e tomar os extremos cuidados aqui no pais. Vamos pressionar o Maia e Alcolumbre contra a reeleição nas presidências do legislativo é imperioso. Lutar, lutar, lutar. Pressionar, pressionar, pressionar

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • A

              ABCDevyTurner

              ± 8 horas

              Povo Argentino errou na última eleiçao dando força para mãe Dilma da Venezuela do Sul.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • M

                Marcos Ctba

                ± 8 horas

                DA PENA DOS ARGENTINOS CADA ELEIÇÃO VOTAM AINDA NESSAS TRAIAIS, VÃO LEVAR MAIS 60 ANOS PARA VOLTAR A SER UM PAÍS DESENVOLVIDO

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • J

                  JJP

                  ± 8 horas

                  a bandidagem, os corruptos, são iguais no mundo inteiro em todas as formas. Pobre povo argentino, só perde para corrupção para o Brasil. A sorte da Argentina é que (ainda) não tem o judiciário corrupto, a favor dos corruptos e dos empresários corruptos como o 5tf daqui. Mas o judiciário de lá logo logo vai ficar igual ao daqui, com seus gilmares, robandowski, síffilis, fanchin, etc. Pobre povo argentino, país rico, povo pobre, 3 poderes corruptos, igual ao Brasil.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • R

                    RPM

                    ± 10 horas

                    O Bolsonaro avisou os Argentinos, mas quiseram votar no PT da Argentina. Agora vão se ferrar por alguns anos.

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • R

                      Rodrigo Milani

                      ± 17 horas

                      O Brasil n estaria muito diferente, na verdade até pior caso o Haddad fosse eleito

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • J

                        Jota

                        ± 18 horas

                        Não chega a gazeta estar dando vitrine para o asqueroso do nove dedos e agora tb dando para essa bandida que devia ser exterminada da face da terra.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • J

                          João

                          ± 19 horas

                          Que falta faz um Sérgio Moro castelhano!!!!!!

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          • V

                            vanderlei zarpellon

                            ± 19 horas

                            O POVO QUE MAIS PRATICA LEITURA NA AMÉRICA DO SUL, PARECE QUE QTO MAIS LEEM , MAIS BURROS FICAM ..... FORAM ALERTADOS ANTES DAS ELEIÇÕES PARA O PERIGO QUE OS AGUARDAVA, PÓS URNAS, IGNORARAM OS ALERTAS, CAÍRAM NA ARMADILHA, AGORA ESTÃO RALADITOS NO MÁSSSSSS....... LASTIMÁVEL, UM PAÍS QUE JÁ FOI CONSIDERADO EUROPEU NA AL, ESTÁ VIRANDO UMA CUBA VENEZUELANA.............. QUE SIRVA DE LIÇÃO PRA "NÓIS" BRASILHENHOS, SÓ SE DÁ VALOR PRA LIBERDADE E DEMOCRACIA, DEPOIS DE HAVER PERDIDO; VAMOS ABIR O "ZÓIO" POVO !!!!!

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                            • R

                              Ronaldo Malquevicz

                              ± 20 horas

                              Argentina segue ladeira abaixo em direção ao socialismo ao melhor estilo Hugo Chaves. Só o eleitorado poderia salvar a Argentina, mas eles optaram pela volta do kirchnerismo, pagarão preço muito alto por isso. Perde a América do Sul

                              Denunciar abuso

                              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                              Qual é o problema nesse comentário?

                              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                              Confira os Termos de Uso

                              • M

                                marcio

                                ± 22 horas

                                Contrata uma consultoria com a turma do PT, são mestres no assunto. Deve custar caro mas os resultados são fantásticos. Lula, Zé Dirceu, Gleisi e companhia que o digam. Inclusive para casos de assassinato. A família do Celso Daniel espera por justiça até hoje.

                                Denunciar abuso

                                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                                Qual é o problema nesse comentário?

                                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                                Confira os Termos de Uso

                                Fim dos comentários.