Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Rua sem iluminação em Caracas durante apagão que afetou quase todo o território da Venezuela na madrugada desta sexta-feira, 17 de dezembro
Rua sem iluminação em Caracas durante apagão que afetou quase todo o território da Venezuela na madrugada desta sexta-feira, 17 de dezembro| Foto: EFE/ RAYNER PEÑA R.

A Venezuela teve um novo apagão na madrugada desta sexta-feira que deixou quase todo o território do país na escuridão. Pelo menos 20 dos 23 estados venezuelanos registraram falta de luz a partir das 2 horas (horário local), segundo a imprensa local.

O ministro para Energia Elétrica da ditadura chavista, Néstor Reverol, alegou que o apagão ocorreu por causa de um "ataque ao Sistema Elétrico Nacional".

"Recebemos um novo ataque ao Sistema Elétrico Nacional, especificamente em El Guri. Novamente aqueles que se enfureceram em 2019 arremetem contra a paz do país", disse Reverol em entrevista à televisão estatal compartilhada em suas redes sociais.

Em 2019, a Venezuela enfrentou uma série de apagões, resultado da falta de manutenção e investimentos pela ditadura de Nicolás Maduro no sistema elétrico nacional. Em algumas ocasiões, a falta de energia durou mais de quatro dias. Na época, Maduro afirmou que o sistema elétrico venezuelano era "alvo de ataques cibernéticos".

Caracas, a capital venezuelana, não costuma ser tão afetada pelos constantes apagões como as outras regiões do país. Mas a maior parte da cidade ficou na escuridão nesta madrugada.

Os funcionários do regime de Maduro não deram uma estimativa de quanto tempo levará até que o fornecimento de energia volte ao normal no país, e também não deram detalhes sobre o suposto "ataque" ou sabotagem ao sistema elétrico.

"Estamos à frente de todas as manobras para a recuperação do serviço. A experiência acumulada de nossos homens e mulheres da força trabalhadora do sistema elétrico nacional no combate à guerra elétrica permitirá a recuperação do sistema", afirmou Reverol, pedindo "apoio do povo venezuelano com consciência e em paz para superar esse vil e criminoso ataque".

Delcy Rodríguez, vice de Maduro, também denunciou o "novo ataque ao Sistema Elétrico Nacional". "Nada nos tirará do nosso caminho de paz e tranquilidade. Junto ao presidente Nicolás Maduro o povo vencerá", declarou em mensagem postada no Twitter.

Na noite de quinta-feira, horas antes do apagão, o ditador Nicolás Maduro publicou um vídeo em seu perfil no Twitter em que aparece visitando a decoração de Natal com árvores iluminadas em Caracas.

"Aproveitando um pouco as luzes e as cores natalinas que se veem em Caracas e em todo o país. Uma beleza! A alegria destas datas de dezembro é sentida em cada praça e nos espaços recuperados pela Revolução. Feliz Natal, Venezuela!", escreveu Maduro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]