i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Hamas

Após confirmar morte de Jaabari, Israel anuncia início de operação

Exército israelense confirmou morte de Ahmed Jaabari, chefe do braço armado do Hamas, e advertiu que teve início uma operação contra o grupo e a Jihad Islâmica

  • PorEFE
  • 14/11/2012 12:01

O Exército israelense confirmou nesta quarta-feira o ataque em que morreu Ahmed Jaabari, chefe do braço armado do Hamas, e advertiu que se trata do início de uma operação militar mais ampla contra os grupos islamitas palestinos Hamas e a Jihad Islâmica.

"Atingimos um veículo onde estava Ahmed Jaabari, nascido em 1960, e um dos líderes do braço armado do Hamas", declarou em uma conferência telefônica a tenente-coronel Avital Leibovitz, porta-voz militar para veículos da imprensa estrangeiros.

"Ele esteve envolvido no acordo (que pôs fim à captura do soldado israelense Gilad) Shalit e tinha muito sangue em suas mãos", acrescentou.

A porta-voz afirmou que a ação, realizada na Cidade de Gaza, faz parte de uma operação bélica autorizada pelo chefe do Estado-Maior, Benny Gantz, contra alvos na Faixa de Gaza, em particular do Hamas e da Jihad Islâmica.

"O objetivo é, em primeiro lugar, minimizar os danos e proteger o povo israelense e, em segundo, atacar as capacidades dessas organizações terroristas", detalhou Avital.

A tenente-coronel acrescentou que o Comando da Retaguarda do Exército Israelense, encarregado da Defesa Civil, está preparado para qualquer "orientação relevante para a população" e ressaltou que a nova ofensiva ocorre após vários meses de ataques com foguetes disparados pelas milícias de Gaza contra solo israelense.

A porta-voz não especificou se a nova operação, batizada "Coluna de Nuvens", em referência a uma expressão bíblica, se estenderá no tempo ou se nela tomarão parte forças terrestres além da aviação.

"Trata-se de uma operação limitada", acrescentou, antes de afirmar que o ataque de nesta quarta-feira "é o início".

O porta-voz do Ministério da Saúde em Gaza, Ashraf al-Qedra, confirmou a morte de Ahmed Jaabari, comandante do braço armado do Hamas, as "Brigadas de Ezedin al-Qassam", vítima de um projétil disparado por um equipamento de combate israelense quando circulava em seu veículo pelas ruas da cidade de Gaza.

No ataque morreu um segundo ocupante do carro, que ficou completamente carbonizado.

O assassinato acontece pouco após Israel e as milícias na faixa palestina acordarem um frágil cessar-fogo de menos de 24 horas, após uma espiral de violência mútua que durante o fim de semana matou seis palestinos e causou ferimentos a outros 30, além de ferir oito israelenses.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.