Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Washington – Nascido na cidade de Denver, Colorado, no natal de 1950, Karl Christian Rove foi um dos mais influentes estrategistas presidenciais dos Estados Unidos nos últimos anos.

Responsável pelas duas vitórias eleitorais de Bush e pela conseqüente expansão do controle dos republicanos sobre os três poderes do governo americano entre 2000 e 2004, Rove recebeu os apelidos de "cérebro de Bush" e "arquiteto".

Há até uma biografia do estrategista que utiliza uma das alcunhas. Intitulado de O cérebro de Bush: como Karl Rove fez de George W. Bush presidente (em tradução livre), o livro mostra como a carreira política do assessor presidencial produziu uma série de "eventos de campanha inesperados" que eram difíceis de serem rastreados, duros de verificar, mas definitivamente mal cheirosos.

Nos últimos 18 meses, no entanto, Rove viu o tabuleiro virar a sua frente, tornando-se ele mesmo vítima de uma campanha vigorosa para que suas estratégias saíssem da obscuridade.

Foram vários os momentos neste período em que o principal assessor do presidente foi colocado na parede, sendo alvo de investigações tanto de legisladores democratas, quanto de promotores federais. Os casos mais recentes foram o vazamento da identidade de uma agente da CIA casada com um diplomata crítico da administração Bush e a demissão em massa de promotores federais. Nada pôde ser provado contra ele, pois seu trabalho nunca foi explicado por completo, e sua influência nunca foi definida claramente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]