Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O Parlamento Europeu aprovou nesta quarta-feira (16) em votação um segundo mandato de cinco anos para José Manuel Barroso como presidente da Comissão Europeia. A reeleição do ex-primeiro-ministro de centro-direita português se segue ao crescimento da direita nas eleições parlamentares de junho. Os 184 socialistas do parlamento se recusaram a apoiar Barroso, mas foram derrotados. O resultado final ficou em 382 votos em favor do ex-primeiro-ministro, 219 contra e 117 abstenções.

A reeleição de Barroso sinaliza o triunfo da continuidade no âmbito da União Europeia. Depois de estabelecer a paz, criar uma moeda comum e unificar a Europa Ocidental e a Oriental, a UE se vê sem objetivos políticos claros. Seus membros discordam quanto à admissão da Turquia, a manutenção de subsídios agrícolas, a criação de uma federação de Estados Unidos da Europa e o enfrentamento do protecionismo. Barroso, de 53 anos, representa um confortável meio-termo, que não deverá agitar nenhum dos lados desses debates.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]