Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O líder da rede terrorista Al-Qaeda, Osama bin Laden, vive confortavelmente em uma casa no noroeste do Paquistão, perto de seu vice, Ayman al-Zawahiri, afirmou uma fonte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) à CNN. A rede de TV divulgou hoje a informação.

O extremista saudita, procurado pelos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, é protegido por moradores locais e por "alguns membros dos serviços de inteligência paquistaneses", afirmou a CNN. Ainda segundo a rede, o número 2 da Al-Qaeda, o egípcio Zawahiri, vive perto de Bin Laden.

"Ninguém na Al-Qaeda está vivendo em uma caverna", disse o alto funcionário da Otan, pedindo anonimato. A procedência da matéria é de Cabul. "O funcionário também confirmou a avaliação dos EUA de que o mulá Omar, líder do Taleban, transitou entre as cidades de Quetta e Karachi, no Paquistão, nos últimos meses", informou a rede norte-americana em seu site.

Acredita-se que a montanhosa região paquistanesa do Waziristão do Norte, fronteiriça com o Afeganistão, é onde vive a maior parte das lideranças militantes afegãs, paquistanesas e árabes em geral. O local é apontado há tempos como um possível esconderijo para Bin Laden.

Rejeição

Autoridades paquistanesas negam que forneçam proteção para o líder extremista. Há uma recompensa de US$ 25 milhões pela captura de Bin Laden. "É uma afirmação sem base. Nós a rejeitamos", disse um funcionário do Ministério das Relações Exteriores do Paquistão, pedindo anonimato. Segundo ele, não há provas para sustentar a matéria e a intenção dela é apenas "difamar o Paquistão". Um porta-voz da Otan disse que a aliança não tinha nenhum comentário imediato a fazer.

Acredita-se que Bin Laden tenha escapado da região de Tora Bora, no Afeganistão, após a invasão dos EUA ao país, no fim de 2001. As forças estrangeiras derrubaram o Taleban do poder e, com isso a Al-Qaeda perdeu seu refúgio garantido no país. Os militantes logo se reorganizaram e lançaram uma insurgência contra os militares estrangeiros.

A última mensagem de Bin Laden era um áudio divulgado este mês. Na ocasião, ele pediu ações contra as mudanças climáticas globais e falou sobre os problemas causados pelas violentas enchentes no Paquistão. Zawahiri, apontado como principal ideólogo e estrategista da Al-Qaeda, costuma fazer mais mensagens. Recentemente, divulgou uma dias antes do aniversário dos atentados de 11 de Setembro. As informações são da Dow Jones.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]