i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
tensão

Bogotá diz que Caracas precisa solucionar a questão da guerrilha

  • PorAFP
  • 24/07/2010 21:29
Veja área na Venezuela onde a Colômbia diz haver guerrilheiros |
Veja área na Venezuela onde a Colômbia diz haver guerrilheiros| Foto:

O governo colombiano insiste na necessidade de que se resolva o "tema de fundo" com Caracas, que é a presença da guerrilha no território venezuelano, após a ruptura das relações diplomáticas entre os dois países.

"Que fique muito claro: o que se requer é um instrumento ou um mecanismo específico para que se resolva o tema de fundo e haja cooperação eficaz na luta contra o terrorismo para desmantelar estes grupos totalmente", disse o chanceler colombiano Jaime Bermúdez.

Bermúdez destacou o fato de que Caracas ainda não respondeu ao pedido apresentado pela Colômbia na Organização dos Estados Americanos (OEA) para que uma missão do organismo viaje à Venezuela e verifique as denúncias sobre a presença de rebeldes colombianos no território venezuelano.

"Sempre mantivemos contato com o governo da Venezuela", lembrou Bermúdez, destacando que Bogotá aceitou a mediação de terceiros, como Espanha e Cuba. "A Colômbia aceitou e promoveu o esforço de facilitação do diálogo", mas "isto foi negado pelo governo da Venezuela".

Segundo Bogotá, a Venezuela abriga mais de 80 acampamentos da guerrilha, onde estão 1.500 guerrilheiros colombianos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.