O governo federal decidiu criar um conselho gestor para ações de política externa. Segundo o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, o objetivo é assegurar que os compromissos assumidos pelo Brasil não fiquem no papel. A medida foi acertada em reunião do presidente Lula com embaixadores dos Brasil nos 12 países sul-americanos e com 12 ministros de Estado, entre eles os da Fazenda, Guido Mantega; do Planejamento, Paulo Bernardo; da Casa Civil, Dilma Roussef.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]