• 10/10/2019 18:19
América do Sul

Governo do Equador detém venezuelanos que teriam dados do presidente Moreno

  • 10/10/2019 18:19
  • PorGazeta do Povo
    Autoridades do Equador detêm estrangeiros no aeroporto de Quito que teriam informações sobre o presidente Moreno
    Autoridades do Equador detêm estrangeiros no aeroporto de Quito que teriam informações sobre o presidente Moreno| Foto: Reprodução / Twitter / María Paula Romo

    O governo do Equador anunciou que deteve, nesta quinta-feira (10), 17 estrangeiros, a maioria deles venezuelanos, que teriam informações sobre os deslocamentos do presidente equatoriano Lenín Moreno, que enfrenta grandes protestos contra suas reformas econômicas.

    A ministra do Interior, María Paulo Romo, informou pelo Twitter que os suspeitos foram detidos no aeroporto de Quito pela manhã, com "informação sobra a mobilização do presidente e do vice-presidente". Ela acrescentou que as prisões confirmam "todos os interesses que estão por trás do caos no país".

    Há dois dias, Moreno acusou o ditador venezuelano Nicolás Maduro de estar por trás das manifestações com o objetivo de desestabilizar o seu governo.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.