• 20/07/2020 17:40
Ex-presidente do país

Corte Nacional de Justiça do Equador confirma pena de Rafael Correa por corrupção

  • 20/07/2020 17:40
    • Gazeta do Povo
    Rafael Correa, ex-presidente do Equador, foi condenado por envolvimento em esquema de propinas.
    Rafael Correa, ex-presidente do Equador, foi condenado por envolvimento em esquema de propinas.| Foto: AFP

    A Corte Nacional de Justiça do Equador confirmou, nesta  segunda-feira (20), a pena de oito anos de prisão por corrupção do ex-presidente Rafael Correa, ao  negar recurso apresentado pela defesa do político. Correa foi presidente do país entre 2007 e 2017 e atualmente se encontra exilado na Bélgica, país de origem de sua esposa, Anne Malherbe Gosselin. Agora, resta ao ex-presidente somente uma instância de apelação. Outros oito membros do governo Correa também tiveram suas sentenças confirmadas no âmbito da “operação Sobornos”.

    Ao todo, 18 pessoas foram condenadas em abril de 2020 por um esquema de propinas que operou durante o governo de Rafael Correa, no qual construtoras pagaram mais de US$ 7 milhões em propinas em troca de contratos com o governo do país. O ex-presidente foi ligado ao caso devido a uma quantia de US$ 6 mil que estava em sua conta bancária. Ele afirma que o valor era empréstimo de um fundo partidário. Correa alega ser perseguido pelo governo do atual presidente, Lenín Moreno, seu antigo aliado.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.