• 22/08/2020 11:32
Igreja Católica

Papa pede que se pare de “instrumentalizar” religião para incitar ódio

  • 22/08/2020 11:32
    • Estadão Conteúdo
    Papa Francisco divulgou mensagem no Dia Internacional em Memória das Vítimas de Atos de Violência baseados em Religião ou Crença, celebrado neste sábado (22)
    Papa Francisco divulgou mensagem no Dia Internacional em Memória das Vítimas de Atos de Violência baseados em Religião ou Crença, celebrado neste sábado (22)| Foto: VATICAN MEDIA / AFP

    O papa Francisco publicou um pedido nas redes sociais neste sábado, 22, para que se deixe de utilizar a religião para "aterrorizar as pessoas". "Peço a todos que parem de instrumentalizar as religiões para incitar ao ódio, à violência, ao extremismo e ao fanatismo cego", publicou. "Deus não precisa ser defendido por ninguém e não quer que o seu nome seja usado para aterrorizar as pessoas", também aponta a postagem do líder da Igreja Católica, que usou a hashtag #FraternidadeHumana. Mais tarde, ele fez outra publicação, na qual diz: "Deus não te ama porque te comportas bem; ele simplesmente te ama e basta. Seu amor é incondicional, não depende de ti". Neste sábado é celebrado o Dia Internacional em Memória das Vítimas de Atos de Violência baseados em Religião ou Crença.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.