• 16/10/2020 16:23
Caso do NYPost

Republicanos apresentam queixa contra Twitter na comissão eleitoral

  • 16/10/2020 16:23
    • Gazeta do Povo
    Twitter
    Twitter| Foto: timofeev/Bigstock

    O Comitê Nacional Republicano (RNC, na sigla em inglês) apresentou uma queixa contra o Twitter na Comissão Eleitoral Federal (FEC, na sigla em inglês) nesta sexta-feira (16), alegando que houve uma "contribuição ilegal à campanha" do democrata Joe Biden à presidência quando a empresa de mídia social decidiu restringir o compartilhamento de uma reportagem do New York Post sobre supostas ligações entre o ex-vice-presidente americano e executivos ucranianos.

    "A censura do Twitter é tão transparente que faria corar os governos da China ou da Coreia do Norte. O RNC entrou com uma reclamação na FEC pelo que é claramente uma contribuição ilegal para a campanha de Biden!", disse Ronna McDaniel, presidente do RNC.

    De acordo com a Fox News, que teve acesso à queixa, o comitê republicano "acredita que o Twitter violou a FECA [lei de campanha eleitoral] e os regulamentos da Comissão [FEC] ao fazer contribuições corporativas não-monetárias para [a campanha] Biden para Presidente". Os republicanos também alegaram que o Twitter "é um ator partidário, dirigido por partidários democratas" e está "usando seus recursos corporativos para fornecer apoio ativo à campanha de Joe Biden em violação da lei federal". Na reclamação, eles pedem que a FEC conduza uma investigação sobre o caso.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.