• 24/10/2019 19:56
Eleições na Bolívia

Após quatro dias de apuração sob suspeita, Evo Morales vence em primeiro turno

  • 24/10/2019 19:56
  • PorGazeta do Povo
    O presidente da Bolívia, Evo Morales, discursa a apoiadores em cochabamba, Bolívia, 24 de outubro de 2019
    O presidente da Bolívia, Evo Morales, discursa a apoiadores em cochabamba, Bolívia, 24 de outubro de 2019| Foto: AFP

    O Tribunal Superior Eleitoral da Bolívia declarou no fim da tarde desta quinta-feira (24) a vitória do atual presidente Evo Morales no primeiro turno das eleições presidenciais, por uma margem de 10,55% dos votos. Esse será o quarto mandato do líder indígena, que já havia garantido a sua vitória na tarde de quinta-feira, antes do fim da apuração.

    Com 99,87% dos votos contabilizados, Morales obteve 47,07% dos votos e o segundo colocado, Carlos Mesa, ficou com 36,52%, segundo a página oficial do TSE. Para ganhar em primeiro turno na eleição boliviana, o candidato precisa alcançar 50% dos votos mais um, ou 40% dos votos com mais de dez pontos de vantagem em relação ao segundo colocado. Mais cedo, Mesa havia denunciado uma "fraude escandalosa" eleitoral na Bolívia

    Protestos contra o atual presidente e a justiça eleitoral da Bolívia se espalharam pelo país nos últimos dias e a comunidade internacional aumentou as críticas à condução da apuração dos votos. A oposição boliviana acusa Morales de uma possível fraude. A Organização dos Estados Americanos (OEA), que enviou uma missão de observação para as eleições, sugeriu um segundo turno para resolver esse conflito político, mesmo que Morales ganhe com pouca diferença. A União Europeia também recomendou um segundo turno.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.