Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Uma adolescente britânica que fugiu para se juntar ao Estado Islâmico (EI) na Síria zombou das vítimas do massacre na Tunísia. Amira Abase, que tinha 15 anos quando viajou para a Síria em fevereiro, escreveu em uma mensagem “LoooooL”, que significa laughing out loud (“rindo em voz alta”) quando foi informada por um repórter disfarçado sobre o ataque terrorista. O jornalista do “Daily Mail” se fez passar por uma adolescente e conversou com ela pelas redes sociais Twitter e Kik. O ataque, no dia 26 de junho, deixou 39 mortos. Amira revelou que atua como recrutadora do EI e deu conselhos sobre como viajar para a Síria e esconder o plano no Reino Unido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]