Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Enchentes continuaram hoje a ameaçar várias cidades da Alemanha, da República Tcheca e da Áustria, ao longo dos rios Elba e Danúbio. Nas áreas de maior risco, os moradores se revezavam, dia e noite, para encher sacos de areia nos diques.Pelo menos 12 pessoas já morreram em decorrência das chuvas, a maioria na República Tcheca.

Entre as cidades do leste da Alemanha em situação crítica então Dresden, Dessau, Leipzig, Magdeburg e Bitterfeld.Segundo a TV alemã NTV, policiais patrulham de barco as ruas inundadas de várias cidades para evitar saques.No sul da Alemanha, a situação evolui lentamente, especialmente em Passau, na fronteira com a Áustria, na confluência do Danúbio, Inn e Ilz, que já tem água potável. Os trabalhos de limpeza começaram. Moradores, com vassouras na mão, retiram a lama das ruas.

A boa notícia foi o retorno do sol hoje, na Alemanha. O clima deve continuar assim por vários dias, de acordo com as previsões meteorológicas.

República Tcheca

Na República Tcheca, Praga teve uma noite tranquila, após vários dias de angústia causada pelo rio Vltava, um afluente do Elba, mas o medo prossegue em outras localidades mais ao norte.As cheias ameaçam diversas fábricas de produtos químicos, incluindo a fabricante de fertilizantes Lovochemie. A Spolchemie indicou "que continua com a produção e transporte de produtos", mas "tenta implementar um fechamento gradual do local, devido as inundações".

De acordo com a agência de notícias tcheca CTK, dois contêineres de gás de 12 toneladas flutuavam pelo rio Elba em direção a Alemanha. E cinco pessoas foram presas por saques em áreas isoladas.Mais de 19 mil pessoas foram retiradas de seus lares na República Tcheca por conta das fortes inundações que foram causadas pelo aumento do nível das águas dos rios centro-europeus, após fortes chuvas do fim de 2012. Cerca de metade dos evacuados são da região de Usti nad Labem, no norte do país, conforme a Rádio Praga.

Áustria

Na Áustria, a cheia do Danúbio deverá atingir seu pico em Viena hoje. O porto da capital austríaca foi inundado ontem, assim como alguns restaurantes situados ao longo do Danúbio, mas as obras para conter as enchentes devem poupar o resto da cidade.

No oeste da Áustria, o nível da água começou a baixar. A limpeza dos porões inundados e das linhas férreas puderam começar.

Hungria

Na Hungria, Budapeste se prepara para a cheia do do Danúbio, que deve quebrar o recorde de 2002. O estado de alerta foi declarado em todo o departamento de Pest, assim como nos de Komarom-Esztergom e Gyor-Moson-Sopron.

O governo pode mobilizar até 10 mil socorristas, 3.600 policiais e 8.000 soldados, segundo Viktor Orban, que visitou as instalações da Defesa Civil no país.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]