Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O ministro assistente das Relações Exteriores da China, Wu Hailong, se reuniu com o vice-secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, Ali Baqeri, em Pequim, para trocar opiniões sobre a questão nuclear iraniana, afirmou a agência de notícias Xinhua.

A troca de opiniões pode indicar que a China está aumentando a pressão para que o Irã volte à mesa de negociação, à medida que as tensões sobre o programa nuclear iraniano aumentam e os EUA pressionam países, incluindo o gigante asiático, a reduzirem as importações de petróleo do Irã.

De acordo com a Xinhua, Wu disse a Baqeri que a principal prioridade é que o Irã retome as conversações o mais rápido possível com o grupo de seis mediadores internacionais dos EUA, Rússia, China, Reino Unido, França e Alemanha. O ministro chinês também declarou que o Irã deveria fortalecer a cooperação com o Agência Internacional de Energia Atômica, reportou a agência de notícias.

O Irã expressou seu desejo de retomar a negociações com o grupo dos seis mediadores e fortalecer a cooperação com a IEA, disse a Xinhua, embora destaque o direito do país de usar pacificamente a energia nuclear. As informações são da Dow Jones.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]