i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Protestos

Confrontos entre jovens e policiais deixam 40 feridos após morte de adolescente na Grécia

  • PorO Globo Online
  • 08/12/2008 12:51

Após 48 horas de violência, os confrontos entre policiais e jovens que protestam contra a morte de um adolescente por um policial já deixaram pelo menos 40 feridos na Grécia. A situação na capital, Atenas, era tranqüila na manhã desta segunda-feira, mas grupos de esquerda convocaram novos protestos para cinco grandes cidades. Em Salônica, a segunda maior cidade do país, os distúrbios já entraram em seu terceiro dia, com centenas de estudantes enfrentando policiais nesta manhã.

Na cidade, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para conter os cerca de 300 manifestantes. Dois deles foram presos. Na capital, estudantes com entre 10 e 16 anos fizeram uma passeata pacífica. Escolas e universidades fecharam, numa paralisação que deve durar até quarta-feira, em protesto contra a ação da polícia.

Os maiores protestos são aguardados em Atenas, onde os partudos Coalizão de Esquerdas (SYN, na sigla em grego) e Partido Comunista (KKE) convocaram manifestações para esta segunda. O clima de tensão levou o primeiro-ministro da Grécia, Costas Caramanlis, a fazer um pronunciamento em cadeia nacional de televisão. Ele prometeu que fará "o possível para que o incidente não volte a acontecer", mas disse que não vai tolerar que os distúrbios nas ruas se prolonguem.

As manifestações de domingo reuniram cerca de 10 mil pessoas. A polícia prendeu 22 manifestantes. A maioria deles foi liberada, mas sete suspeitos de provocar distúrbios continuaram detidos.

Dois policiais foram presos em conexão com os disparos feitos contra o adolescente. O governo abriu uma investigação para apurar o episódio e disse que o resultado de um inquérito preliminar será divulgado nesta segunda-feira. Segundo as primeiras informações médicas, o jovem morreu em conseqüência de um tiro que atingiu seu coração.

O governo prometeu "punir os culpados" pela morte do jovem 15 anos, que teria sido baleado por um policial depois de atirar uma bomba de fabricação caseira em um carro da polícia durante um confronto na madrugada de sábado. Ele estava acompanhado por mais 5 pessoas, que também teriam atirado pedras na viatura, de acordo com a polícia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.