Seul – A Coréia do Norte acusou ontem os Estados Unidos de se prepararem para o início de um conflito nuclear, dizendo que o governo americano teria armazenado mil bombas nucleares e pretendem posicioná-las na Coréia do Sul. "Os EUA consideram a possibilidade de enviar à Coréia do Sul armas nucleares táticas e estratégicas para o caso de alguma contingência na península, acelerando assim os passos rumo a uma guerra atômica (...)’’, disse o Comitê Nacional da Paz da Coréia do Norte em declaração divulgada ontem pela agência de notícias oficial KCNA. O comunicado disse ainda que os EUA armazenaram "cerca de mil armas nucleares’’ que estariam sendo posicionadas de forma estratégica em território sul-coreano.

A Coréia do Norte realizou, em 9 de outubro, seu primeiro teste nuclear, que o regime de Pyongyang considerou "necessário’’ para aumentar seu potencial de dissuasão frente aos EUA.

As declarações norte-coreanas ocorrem depois de Washington e Pyongyang concordarem, em 31 de outubro, em reunião em Pequim, em retomar o diálogo de seis lados sobre o programa nuclear norte-coreanos.

As negociações multilaterais – das quais participam as duas Coréias, EUA, China, Rússia e Japão – estão estagnadas há um ano devido ao boicote norte-coreano, que exigia até agora a retirada de sanções financeiras impostas pelos EUA em setembro de 2005.

A Coréia do Sul anunciou ontem que não tomará novas medidas visando à aplicação das sanções adotadas pela ONU depois do teste nuclear realizado em 9 de outubro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]