i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Anúncio

Cuba liberta mais 5 presos políticos, dizem dissidentes

O compromisso cubano de libertar presos é parte importante do acordo histórico anunciado no mês passado entre EUA e Cuba

  • PorReuters
  • 08/01/2015 14:20

Cuba libertou mais cinco detidos considerados pelos Estados Unidos prisioneiros políticos, como parte de um acordo para pôr fim a décadas de hostilidades, disseram dissidentes nesta quinta-feira (8).

Oito presos foram soltos ao longo das últimas 24 horas, incluindo três na quarta-feira (7), de acordo com grupos políticos de oposição na ilha comunista, sendo que alguns são membros do movimento dissidente União Patriótica de Cuba (Unpacu). O compromisso cubano de libertar presos é parte importante do acordo histórico anunciado no mês passado entre EUA e Cuba, segundo o qual os dois governos concordaram em renovar os laços diplomáticos após mais de 50 anos.

Assim como os detidos libertados na quarta-feira, aqueles soltos nesta quinta-feira haviam sido acusados de crimes relativamente menores.

Os membros da Unpacu soltos mais recentemente são Ernesto Riveri Gascon, Lazaro Romero Hurtado, Emilio Plana Robert e Yohannes Arce Sarmientos, segundo o grupo. Outro libertado nesta quinta-feira foi José Manuel Rodríguez Navarro, segundo os dissidentes.

O governo de Cuba não faz comentários sobre ações policiais envolvendo detenções e não disse nada sobre as libertações desta semana. Apenas descreve normalmente os dissidentes como estando a serviço dos EUA. Autoridades de Cuba e dos EUA têm um encontro previsto em Havana ainda neste mês sobre imigração e a normalização de relações diplomáticas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.