Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | BERTRAND LANGLOIS/AFP
| Foto: BERTRAND LANGLOIS/AFP

Policiais da Direção Geral de Segurança Interior (DGSI) fizeram na manhã desta quinta-feira uma “detenção importante” na região parisiense, que permitiu “impedir um projeto de atentado na França, que estava em estágio avançado”, anunciou o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve.

“Nenhum elemento tangível vincula este projeto aos atentados de Paris e Bruxelas”, destacou o ministro, em declarações à imprensa. A operação da polícia prosseguia na noite desta quinta-feira, com buscas em um imóvel residencial em Argenteuil, na região noroeste de Paris.

“Operações de desativação de explosivos estão em curso a fim de que a polícia possa proceder com revistas no apartamento, no estacionamento e nas áreas comuns em condições ideais”, acrescentou o ministro. Um perímetro de segurança foi estabelecido ao redor do imóvel.

O homem detido, de nacionalidade francesa, “é suspeito de estar envolvido em alto nível com este projeto. Ele atua em uma rede terrorista que planejava atacar no nosso país”, prosseguiu Cazeneuve, sem dar maiores detalhes.

“Esta detenção é fruto de uma investigação minuciosa, conduzida há várias semanas, que mobilizou importantes recursos de vigilância física e técnica, assim como uma cooperação estreita e constante entre os serviços europeus”, emendou o ministro.

A operação, confiada à DGSI, é conduzida sob a autoridade de um juiz de instrução antiterrorista, informou à AFP o Ministério Público de Paris.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]