Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Observadores das eleições no Afeganistão afirmam que estão seriamente preocupados sobre a legitimidade das eleições parlamentares realizadas neste final de semana, à medida que a contagem dos votos teve início neste domingo (19), um processo que pode durar meses.

A eleição realizada sábado é uma chance para a redenção de um governo que perdeu muito de sua credibilidade tanto com os afegãos como com seus apoiadores internacionais em função das eleições fraudulentas realizadas há um ano. Mas ataques de mísseis, fechamento de locais de votação e acusações que as medidas antifraude eliminaram, significa que a apuração dos votos e investigação de queixas serão rigorosas para garantir a legitimidade da eleição.

Os apoiadores internacionais do país permanecem em torno do governo à medida que as urnas foram lacradas com elogios aos que votaram e esperança de um resultado democrático, mas o principal grupo de observação do Afeganistão disse que a qualidade da eleição é questionável.

O grupo de observação chamado de Fundação para Eleições Livres e Justas do Afeganistão disse que existe uma preocupação séria à respeito da qualidade da eleição, em função da insegurança e de um grande número de queixas de fraude. Este grupo possui 7 mil pessoas ao redor do Afeganistão. Muitos grupos de observadores internacionais não participaram desta eleição por falta de segurança.

Pelo menos 11 civis e três policiais morreram durante a eleição, de acordo com o Ministério do Interior, em 33 atentados a bomba e 63 com mísseis. Os ataques parecem ter surtido efeito desejado à medida que muitos locais de votação tiveram pequeno comparecimento de eleitores.

A Comissão Eleitoral do Afeganistão ainda não divulgou dados gerais do comparecimento das eleições mas estimou que cerca de 3 6 milhões de pessoas votaram nos 86% das urnas que já foram entregues. Perto de 6 milhões de votos foram registrados nas eleições presidenciais do ano passado ante um número de 17 milhões de eleitores registrados.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]