Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Embaixada dos Estados Unidos acionou nesta terça-feira (30) o esquadrão antibombas, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal depois de receber uma correspondência suspeita. Segundo a assessoria, os funcionários foram informados do chamado, mas continuaram trabalhando normalmente.

A adida de Imprensa da embaixada, Orna Blum, garantiu que todos os funcionários continuaram suas atividades normalmente, mas não quis dar detalhes sobre a correspondência considerada perigosa. "Não podemos comentar assuntos ligados à segurança. Mas posso garantir que está tudo bem e todos estão bem. Tem uma investigação em andamento e temos que aguardar", comentou.

Durante o trabalho do esquadrão anti-bombas e o Corpo de Bombeiros no prédio da embaixada, uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local. Blum disse que nenhum funcionário precisou de atendimento médico. A assessoria da embaixada atribuiu a presença do Samu a um procedimento padrão para casos desse tipo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]