Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Casa Branca advertiu o Irã de que as negociações diplomáticas não vão durar indefinidamente, após a divulgação nesta quinta-feira (30) de um relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), segundo o qual Teerã reforçou a sua capacidade de produção de urânio enriquecido.

O porta-voz do presidente Barack Obama, Jay Carney, lembrou que o governo está determinado a impedir que Teerã produza a bomba atômica, e que Washington está em condições de saber se o Irã inicia a sua fabricação. "A porta para resolver (esta questão) continua aberta (...), mas não permanecerá aberta de forma indefinida", disse Carney em uma entrevista coletiva à imprensa.

Em um relatório divulgado nesta quinta-feira, a AIEA revelou que, apesar das sanções internacionais, o Irã duplicou a sua capacidade de produzir urânio enriquecido em sua central subterrânea de Fordo. A agência, submetida à ONU, também acusou as autoridades desse país de bloquear suas investigações na central nuclear de Parchin.

O urânio enriquecido é utilizado para a produção de energia elétrica ou de isótopos médicos, que servem para diagnosticar alguns tipos de câncer. No entanto, purificado a 90%, pode ser utilizado na fabricação da bomba atômica. Os níveis de enriquecimento de urânio no Irã não superam 20%.

Os países ocidentais e Israel suspeitam que o Irã tente produzir uma arma nuclear, utilizando como pretexto o seu suposto programa civil, algo que Teerã rejeita.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]