i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Tragédia em Madri

Falha nos flaps provocou acidente com avião da Spanair, diz jornal

Dispositivos na asa que ajudam na sustentação do avião foram os grandes causadores do acidente com o MD-82, apontou o Wall Street Journal. Sem eficiência deles, a aeronave não conseguiu ganhar altura, ocasionando o acidente que vitimou 154 pessoas

  • PorO Globo Online
  • 04/09/2008 17:02
Após 18 pessoas sobreviverem à tragédia com o jato da Spanair, Bautista diz que "o sistema de controle de segurança atende aos padrões globais" | Susana Vera / Reuters
Após 18 pessoas sobreviverem à tragédia com o jato da Spanair, Bautista diz que "o sistema de controle de segurança atende aos padrões globais"| Foto: Susana Vera / Reuters

Uma falha nos flaps do avião da Spanair que se acidentou mês passado no aeroporto de Barajas, em Madri, matando 154 pessoas (entre elas um brasileiro), provocou a tragédia, informou nesta quinta-feira (4) o "Wall Street Journal". Inicialmente, pensava-se que um problema nos motores estaria por trás do acidente.

Em sua edição européia, o diário disse ter tido acesso às primeiras conclusões da equipe que analisa as caixas-pretas do avião, que estão em um laboratório especializado na Inglaterra.

Segundo o "Wall Street Journal", a aeronave realizou a decolagem com os flaps (dispositivos móveis nas asas que ajudam a sustentar o avião) totalmente estendidos. Sem eles, o MD-82 não conseguiu ganhar altura, o que provocou o acidente. Os investigadores estariam tentando descobrir o motivo pelo qual nenhum controlador deu o sinal de alerta ao piloto.

O piloto não abortou a decolagem porque uma falha nos circuitos elétricos do avião teria mascarado o problema com os flaps, de acordo com a investigação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.