As forças de segurança da Rússia mataram três pessoas em uma ação na região do Daguestão, no norte do Cáucaso, informaram neste domingo (12) oficiais russos. Dois militantes e um cúmplice foram mortos durante a ação, em uma residência perto de Buinaksk, no Daguestão, incluindo o líder da milícia Nabi Migitdinov, informou o Comitê Nacional Antiterror (NAC, na sigla em inglês) à Interfax.

Migitdinov está envolvido em diversos ataques, incluindo a um posto policial e a uma sauna em Buinaksk, cidade a 40 quilômetros da capital do Daguestão, Makhachkala, que matou 11 pessoas em agosto, disse o NAC. O dono da casa foi morto com os dois militantes depois que as negociações não avançaram, acrescentou o NAC.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]