i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Novo embaixador

França anuncia novo embaixador sírio no país

Até agora a França é o único país ocidental a reconhecer a oposição como a legítima representante do povo sírio

  • PorAgência Estado
  • 17/11/2012 16:07

A França reconheceu neste sábado Mounzir Makhous como o novo embaixador da Síria no país, conferindo legitimidade à recém-formada coalizão de oposição síria. "Haverá um embaixador da Síria na França", anunciou o presidente francês, François Hollande, depois de se reunir com o chefe da coalizão. Até agora a França é o único país ocidental a reconhecer a oposição como a legítima representante do povo sírio.

O anúncio foi feito antes mesmo de a coalizão nomear um governo provisório e antes da escolha de um imóvel para abrigar o novo embaixador em Paris. A França expulsou o embaixador sírio em maio, não reconhecendo mais o governo de Bashar Assad como legítimo.

Mouaz Al-Khatib, o líder da oposição, descreveu Makhous como "uma das primeiras pessoas a falar de liberdade" na Síria.

Há temores de que a ausência de uma força legítima de oposição transforme a guerra civil na Síria em batalhas sectárias. Os Estados Unidos e a União Europeia, no entanto, disseram que esperarão para ver se a coalizão realmente representa a diversidade do povo sírio antes de reconhecê-la como legítima.

Al-Khatib sinalizou que um governo provisório deve ser nomeado logo, o que permitiria ao embaixador assumir suas funções. Segundo Hollande, um comando militar também está sendo formado e um centro de coordenação de ajuda humanitária será aberto no Cairo.

Um membro do governo de Bashar Assad disse que a nomeação do embaixador foi feita por ordem da França. "Se a França o nomeou, então ele é um embaixador francês, não sírio", disse o membro do governo, que pediu para não ser identificado.

Mais de 36 mil pessoas foram mortas na Síria desde o início dos protestos contra o presidente Bashar Assad, em março de 2011. As informações são da Associated Press.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.