i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
China

Hu se retirará como chefe militar após Congresso do PCCh, segundo jornal

Ao deixar a Comissão Militar Central, Hu - que também deixará a chefia de Estado em março - abre o caminho para que seu sucessor, Xi Jinping, possa ficar à frente dos três grandes ramos do poder na China - Governo, Partido e Forças Armadas

  • PorEFE
  • 12/11/2012 05:07

O presidente da China, Hu Jintao, se retirará formalmente como chefe militar do país quando terminar esta semana o 18º Congresso do Partido Comunista da China (PCCh), informou o jornal de Hong Kong "South China Morning Post".

O periódico cita fontes que não identifica para assinalar que Hu deixará seu posto à frente da Comissão Militar Central, o principal órgão militar na China.

Com esta iniciativa, Hu, que no final do Congresso também deixará o cargo de secretário-geral do Partido, se distancia do precedente criado por seu antecessor, Jiang Zemin, que se manteve à frente da Comissão até 2004, dois anos após ter deixado a Presidência do país e da formação comunista.

Ao deixar a Comissão Militar Central, Hu - que também deixará a chefia de Estado em março - abre o caminho para que seu sucessor, Xi Jinping, possa ficar à frente dos três grandes ramos do poder na China - Governo, Partido e Forças Armadas - sem que ninguém lhe faça sombra.

Segundo as fontes citadas pelo jornal, Hu, que completará 70 anos no próximo mês, quer evitar a polêmica em torno da decisão de Jiang na época e conservar uma boa reputação após sua saída da política.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.