| REUTERS/Jin Sung-chul/Yonhap
| Foto: REUTERS/Jin Sung-chul/Yonhap

Morte na montanha

Centenas de pessoas acompanham o cortejo do ex-presidente sul-coreano, Roh Moo-Hyun, que morreu ontem ao cair quando escalava uma montanha em Gimhae, ao sudeste de Seul. A polícia investiga a hipótese de suicídio, depois que o advogado de Roh divulgou uma carta deixada pelo ex-presidente, revelando seus planos de acabar com a própria vida. Presidente da Coreia do Sul entre 2003 e 2008, Roh foi obrigado a abandonar o poder após ser acusado de corrupção. A Justiça sul-coreana o investigou pelo pagamento de propinas milionárias de um fabricante de sapatos a parentes do político.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]