Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O Lago Poopó, na Bolívia, Bolívia, praticamente secou | Nasa/Divulgação
O Lago Poopó, na Bolívia, Bolívia, praticamente secou| Foto: Nasa/Divulgação

O planeta Terra está em constante mudança, e, do espaço, a Nasa possui visão privilegiada sobre essas alterações. Numa série de imagens divulgadas nesta semana, a agência espacial americana destaca algumas regiões que sofreram mudanças drásticas em questão de anos, sendo algumas relacionadas à atividade humana, como a urbanização e as mudanças climáticas.

Veja as imagens divulgadas

A imagem mostra a expansão da zona urbana de Nova Déli, na Índia, entre 1991 e 2016. No período, a população da capital indiana subiu de 9,4 milhões para 25 milhões, transformando a cidade na segunda maior do mundo em população, atrás apenas de Tóquio, no Japão, com 38 milhões de moradores.

Recuo da camada de gelo transforma ursos polares em refugiados climáticos

Leia a matéria completa

Os satélites da agência americana notaram que no ano passado o degelo da camada de gelo na Groenlândia foi mais acentuado e adiantado que o normal. O problema é que a formação de lagos e rios descongelados potencializa ainda mais o degelo, já que a superfície escura absorve mais calor do Sol que o branco do gelo.

No Lago Úrmia, no Irã, alterações na balanço de algas e bactérias fazem as águas, normalmente verde, se tornarem vermelhas. A mudança acontece tipicamente no verão, quando o calor e a evaporação da água aumentam a salinidade da água. Imagens de satélite mostram que o lago perdeu cerca de 70% de sua superfície nos últimos 14 anos.

Durante milhares de anos, o Lago Owens, na Califórnia, EUA, foi importante ponto de parada para aves migratórias, mas mudanças provocadas pelo homem estão alterando profundamente este ecossistema. No início do século passado, o Rio Owens, que abastecia o lago, foi desviado para o aqueduto de Los Angeles. Parte do lago continuou sendo abastecido por fontes naturais e poços artesianos, mas a poluição terminou de perturbar o habitat dos pássaros.

Os glaciares da Groenlândia também mostram sinal de estarem sofrendo com as mudanças do clima no planeta. A imagem mostra que o Glaciar Helheim, que se manteve estável desde os anos 1970, sofreu alterações drásticas a partir de 2001, com as geleiras se despedaçando em icebergs que se descolaram para o mar. O temor dos cientistas é que o derretimento dos glaciares provoque aumento significativo no nível do mar.

O Lago Poopó é o segundo maior da Bolívia, e importante fonte de pesca para comunidades locais, mas por causa da seca dos últimos anos e o desvio de fontes para a mineração e a agricultura, ele praticamente secou.

  • Floresta em Maradi, região do Níger: área verde encolheu entre 1976 e 2007
  • Lago Poopó é o segundo maior da Bolívia. Mas por causa da seca dos últimos anos ele praticamente secou
  • No Lago Úrmia, no Irã: formação perdeu cerca de 70% de sua superfície nos últimos 14 anos
  • Rio Colorado, ainda na parte do México: mudanças climáticas e aumento do consumo de água reduziram drasticamente a disponibilidade de água no local
  • Lago Salgado, em Utah, nos Estados Unidos
  • Glaciar Helheim, da Groenlândia: cientistas temem que o derretimento dos glaciares provoque aumento significativo no nível do mar.
  • A Zona urbana de Nova Déli, na Índia, saltou de 9,4 milhões para 25 milhões de habitantes entre 1991 e 2016
  • Lago Owens, na Califórnia, era habitat de pássaros que, ao longo dos últimos anos, tiveram que buscar outros lugares para permanecerem durante a migração
  • Sagrado para os hindus, o Rio Ganges tem sofrido com as monções. O fenômeno que provoca também fortes chuvas gerou pontos de alamento ao longo do rio.
  • Groenlândia: em 2016, o degelo da camada de gelo foi mais acentuado e adiantado que o normal.
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]