Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado

O secretário de Estado americano, John Kerry, afirmou neste sábado que Israel e Jordânia estão trabalhando juntos para reduzir as tensões e tentar conter a escala de violência na região do local sagrado de Jerusalém conhecido como Templo do Monte pelos judeus e Santuário Nobre pelos muçulmanos.

A região é um dos epicentros dos confrontos entre palestinos e judeus. Kerry se reuniu com o premiê israelense, Binyamin Netahyanu, na quinta-feira (22), em Berlim (Alemanha) e voou para Jordânia para se encontrar com o rei Abdullah 2º e o líder palestino, Mahmoud Abbas.

Segundo Kerry, as medidas incluem vigilância constante por câmeras do local, além da refirmação, por parte de Israel, do papel histórico da Jordânia de custódia do local.

Ele disse ainda que Israel quer manter as regras para os devotos frequentarem o local.

Novo episódio de violência

Um palestino de 16 anos foi morto a tiros neste sábado (24) por forças israelenses no posto de controle de Jalameh, na Cisjordânia. Segundo as forças israelenses, o jovem tentou atacar um guarda do local com uma faca.

Testemunhas ouvidas pela rede árabe Al Jazeera deram versões conflitantes.

Uma confirmou a versão das autoridades israelenses. Outra disse que o jovem vendia doces no local quando foi morto.

Desde o começo do mês, 56 palestinos e oito israelenses foram mortos em episódios de violência.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]