i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Oriente Médio

Israel mata homem armado na fronteira com o Egito

O homem fazia parte de um grupo de dez beduínos que tentavam traficar drogas para Israel

  • PorAgência Estado
  • 16/06/2010 09:15

Tropas israelenses mataram a tiros um homem armado que entrou no país pelo Egito, informou a rádio militar de Israel. O incidente ocorreu na madrugada de hoje perto da cidade de Eilat, no sul de Israel. O homem fazia parte de um grupo de dez pessoas, duas das quais estavam armadas. O grupo foi interceptado após entrar no território israelense, segundo a rádio. Os outros nove voltaram para o Egito, após os soldados israelenses abrirem fogo. A rádio informou que os invasores poderiam ser traficantes ou "terroristas".

Fontes de segurança egípcias no norte do Sinai confirmaram que um egípcio foi morto dentro do território israelense, após uma troca de tiros entre tropas israelenses e homens armados. "Um grupo de beduínos entrou em Israel. Houve um tiroteio entre eles e as tropas israelenses. Um homem foi atingido duas vezes nas costas e morreu como resultado disso", afirmou um funcionário do setor de segurança egípcio, pedindo anonimato. "Os israelenses então jogaram seu corpo do lado egípcio (da fronteira", completou ele.

Fontes entre os beduínos afirmaram que os homens eram parte de uma tribo chamada Al-Azazna, do norte do Sinai. Segundo essas fontes, os homens não têm nacionalidade egípcia nem israelense, mas tentavam traficar drogas para Israel. As informações são da Dow Jones.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.