i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Santiago de Compostela

Itamaraty confirma brasileiro entre vítimas de acidente de trem na Espanha

Brasileiro Fábio Cundines Antelo, de 25 anos, morreu no grave acidente de trem que aconteceu em Santiago de Compostela, na Espanha, na última quarta-feira

  • PorEFE
  • 26/07/2013 15:47

O Ministério de Relações Exteriores confirmou na tarde desta sexta-feira que o brasileiro Fábio Cundines Antelo, de 25 anos, morreu no grave acidente de trem que aconteceu em Santiago de Compostela, na Espanha, na última quarta-feira.

Fábio tem dupla nacionalidade, brasileira e espanhola, e as autoridades do país europeu confirmaram através de uma lista provisória, publicada no jornal "La Voz de Galícia", o nome do rapaz como uma das vítimas da tragédia.

Segundo o Itamaraty, o Consulado-Geral do Brasil em Madri foi comunicado do fato e entrou em contato com a família de Fábio, que vive na Espanha e não solicitou ajuda do órgão, bem como não autorizou a divulgação de informações sobre Fábio para a imprensa.

Em seu perfil no Twitter, o jovem se identificava como editor de fotografia da revista espanhola "Líbero".

O Tribunal Superior de justiça da Galícia informou que, dos 78 mortos no acidente, 75 já tinham sido identificados e oito eram cidadãos estrangeiros.

O acidente, ocorrido na última quarta-feira nas proximidades da estação ferroviária de Santiago de Compostela, também deixou 130 feridos.

O condutor do trem, Francisco José Garzón Amo, acusado de imprudência e contra quem ontem foi ditada uma ordem de prisão, se negou a responder às perguntas durante o interrogatório policial ao qual foi submetido no hospital onde permanece internado sob custódia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.