i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
clima

Julho foi o mês mais quente da história do mundo, aponta relatório

    • Gazeta do Povo
    • 20/08/2015 15:19
     | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
    | Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

    Julho foi o mês mais quente já registrado no mundo, segundo estudo da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês) divulgado nesta quinta-feira (20). A temperatura média mundial de 16,61 graus C supera a de qualquer outro período desde 1880, ano em que os dados começaram a ser coletados.

    Segundo o estudo, a temperatura em áreas terrestres no mês passado foi 0,96 graus C superior à média do século 20. Nos oceanos, julho de 2015 teve incremento de 0,75 graus C em relação à média do século passado.

    Ondas de calor intenso, fora dos padrões esperados, foram observadas em diversos países. No Hemisfério Norte, onde a estação atual é o verão, a alta nos termômetros foi acima do que se esperava. Na Áustria, por exemplo, que tem inclusive medições anteriores a 1880, este foi o julho mais quente da história -- superou o recorde de 2006 em 0,3 graus C.

    A parte ocidental de toda a Europa experimentou calor acima da média. Da mesma forma, a África e os extremos dos Estados Unidos também tiveram um mês mais quente do que o habitual.

    A porção mais inferior do Globo, que atravessa atualmente o inverno, também registou médias acima das habituais para a época do ano. Segundo o NOAA, em alguns locais, como em estados das regiões Norte e Nordeste brasileiras, o mês alcançou seu recorde em termos de temperatura. Em valores gerais, o continente teve seu quinto julho mais quente da história.

    Um mapa mostra como foi o comportamento durante julho em todo o mundo. A cor vermelha mais intensa aponta as regiões que tiveram quebra de recorde de calor para julho:

    O mapa divulgado pela NOAA mostra o comportamento climático em todo o mundo: os pontos mais azulados representam temperaturas baixas, enquanto os avermelhados mostram valores altos. O vermelho mais intenso indica onde as temperaturas altas atingiram seu recorde
    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.