Os kosovares começaram a votar neste domingo (12) em sua primeira eleição parlamentar como cidadãos de um país independente, na qual tanto a maioria albanesa como a minoria sérvia estão ansiosas para ver se os novos líderes conseguirão tirá-los da linha da pobreza.

O primeiro-ministro Hashim Thaci, do partido PDK, deve liderar com pequena margem seu antigo aliado de coalizão, o partido de centro-direita LDK. A campanha de ambos promete lançar um pacote de recuperação da economia, para reduzir o desemprego de 48 por cento, e combater a corrupção.

Entretanto, a etnia sérvia na dividida cidade Mitrovica está boicotanto a eleição, revelando a prolongada tensão após a separação de Kosovo e Sérvia.

Nove partidos sérvios estão concorrendo às eleições parlamentares nas demais regiões do país, onde os sérvios devem comparecer às urnas para votar.

A União Europeia e os Estados Unidos consideram que a eleição será um teste de maturidade para a democracia de Kosovo. O voto livre e justo é a condição para a eventual entrada ao bloco europeu.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]