Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Autoridades do governo de Mianmar libertaram ontem a líder oposicionista Aung San Suu Kyi, após o fim do prazo de sete anos de sua prisão.

A libertação da prisão domiciliar de uma das mais importantes presas políticas do mundo ocorre uma semana depois de o governo realizar eleições, as primeiras em 20 anos no país, que foram vencidas pelo partido pró-militar e denunciadas pelos países do Ocidente como uma farsa.

Detida ou sob prisão domiciliar por mais de 15 dos últimos 21 anos, Suu Kyi, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, tornou-se um símbolo da luta para livrar o país do sudeste asiático de décadas de regime militar.

Pouco antes da libertação da líder oposicionista, partidários de Suu Kyi se aglomeraram per-to da sua casa e na sede do seu partido, a Liga Nacional pela Democracia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]