Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Um milionário britânico está entre os seis estrangeiros mortos em ataques na cidade de Mumbai, principal centro financeiro da Índia.

O número de mortos confirmados pelo Ministério do Interior é de 125, mas o governo admite que pode aumentar por conta de os ataques terem sido em diversos pontos da cidade indiana.

Segundo a mídia inglesa e indiana, Andreas Livera, de 72 anos, e empresário na construção de iates de luxo em Mônaco, foi atingido por tiros dentro do hotel Taj Mahal. Ele estava na cidade para um evento de embarcações. Livera era, segundo a imprensa inglesa, um dos 300 homens mais ricos do mundo.

O nome dele foi confirmado por médicos do Hospital St. George, em Mumbai.

Antes de ser atingido por tiros, Livera ligou para a rede britânica BBC e disse que havia cerca de mil pessoas dentro do hotel. "Eles trancaram as portas. A equipe do hotel está fornecendo água e alimentação, mas ninguém está comendo", afirmou ele.

"Ninguém fala o que está acontecendo", completou o empresário, que disse ter ido ao hotel porque tem um dos melhores restaurantes da cidade.

Após 24 horas os primeiro ataques, terroristas ainda têm sob o poder reféns em dois hotéis de luxo e também em um centro de estudos judaicos.

Durante o dia, a polícia divulgou a libertações de dezenas de reféns, mas as informações dão conta que explosões continuam em alguns pontos que foram atacados por terroristas ainda na noite de quarta-feira.

Tropas de elite do país foram chamadas para entrar nos locais onde foram atacados pelos terroristas.

Dois brasileiros que estão em Mumbai contaram que tiveram que ficar 'presos' no hotel e em casa para evitar serem alvos dos terroristas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]