i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coronavírus

Mundo registra maior número de óbitos por Covid em 24h desde início da pandemia

    • Estadão Conteúdo
    • 26/11/2020 07:18
    morte covid
    Membros da equipe médica fecham o zíper de um saco para cadáveres que contém o corpo de um paciente de Covid-19 falecido na unidade de terapia intensiva no United Memorial Medical Center, em Houston, Texas, em 25 de novembro de 2020| Foto: Go Nakamura/Getty Images/AFP

    O mundo registrou na quarta-feira (25) o maior número de mortes pela Covid-19 em um dia. Foram 12.785 óbitos – mais de 2 mil apenas nos EUA. Brasil, México e países europeus, como Reino Unido, Itália e França, também pressionam os números para o alto. O recorde anterior era de 20 de novembro, com 11.840 mortes. Até agora, a doença já matou 1,4 milhão de pessoas no mundo – só em novembro, foram 200 mil.

    Ontem foi o dia em que os americanos registraram o maior número de mortes desde maio – mais de 2 mil óbitos. A Califórnia estabeleceu um novo recorde diário de contaminações: 18,3 mil. Os EUA, com cerca de 4% da população mundial, vêm relatando um quarto dos novos casos e aproximadamente um quinto das mortes em todo o mundo.

    Para o médico Márcio Sommer Bittencourt, do Centro de Pesquisa Clínica e Epidemiológica do Hospital Universitário da USP, a "pandemia está muito mais difusa, não tem apenas em um lugar só. Antes, o pico se concentrava em alguns países da Europa e em Nova York", afirmou. "Agora, está em todo o território dos EUA, do México, do Brasil, em muitos países da América do Sul e em várias regiões da Europa."

    Um exemplo do que disse Bittencourt é uma análise do número de mortes per capita. Neste caso, a Bélgica seria o país mais afetado, com 1,3 mil óbitos para cada milhão de habitantes. Atrás vem o Peru, com 1,1 mil mortos por milhão. Para Bittencourt, políticos e imprensa não têm dado mais visibilidade ao tema como no começo da pandemia, o que fez com que muita gente tenha a sensação de que a doença é menos grave do que já foi.

    Preocupação no Hemisfério Norte

    Na sexta-feira, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanomm Ghebreyesus, afirmou que foram notificados mais casos de infecção pelo coronavírus nas últimas quatro semanas do que nos seis meses iniciais da pandemia.

    Tedros destacou a preocupação, especialmente no Hemisfério Norte na Europa e nos EUA, com o grande número de pessoas internadas nas UTIs de hospitais. Em razão do frio do inverno, que faz com que as pessoas fiquem mais tempo em ambientes fechados, ele admitiu o temor de um colapso nas redes nacionais de saúde. A situação pode ficar ainda mais grave nos Estados Unidos, que hoje celebram o feriado de Ação de Graças, quando tradicionalmente muitas famílias se reúnem dentro de casa.

    Na Europa, que já vive uma nova onda de contaminações, alguns países - como França e Reino Unido - já fazem planos para uma nova reabertura. Ontem, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que os primeiros cidadãos europeus poderão ser vacinados antes do fim de dezembro.

    "Até o momento, a Comissão Europeia firmou contratos com seis companhias para compra de vacinas. Os primeiros cidadãos europeus poderão já estar vacinados antes do fim de dezembro. Finalmente, há uma luz no fim do túnel", afirmou Ursula, que pediu que os governos dos 27 países da União Europeia se prepararem para receber as vacinas e colocá-las à disposição da população.

    13 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 13 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • W

      Wander Leite

      26/11/2020 15:13:00

      Mostra Curitiba aí Gazeta....mostra a verdade sobre a crise e os hospitais sem vagas... FALTA DE COMPROMISSO COM A VERDADE!!! Vou cancelar minha assinatura...

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • W

        Willian Cardoso de Souza Jesus

        26/11/2020 14:46:14

        Não me lembro de ter assinado o Estadão e tampouco de ter demonstrado interesse em ter a cobertura desse jornal LIXO e SEM NENHUMA CREDIBILIDADE! Muito pelo contrário...eu era assinante dessa porcaria e CANCELEI minha assinatura, justamente porque se tornou um PANFLETO MILITANTE da esquerda, pouca coisa menos pior do que a Folha de SP. Dito isto, sugiro à Gazeta do Povo que pare de replicar matérias do Estadão, pois claramente a grande maioria dos assinantes NÃO TEM INTERESSE E NÃO COMPACTUA COM AS POSIÇÕES E "MODUS OPERANDI" DO ESTADÃO. Até quando a Gazeta do Povo irá IGNORAR a posição MAJORITÁRIA de seus assinantes???

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • P

          Paulo Pazotto

          26/11/2020 14:39:51

          A Gazeta do Povo está replicando conteúdo do Estadão? É isso? Achei que tivesse assinado o jornal por seu próprio conteúdo.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • J

            joao cesar reinert

            26/11/2020 14:28:18

            Pelo andar da carruagem , estão doidos para implantar outro lockdown no Brasil . **** . Quero ver fazerem isso nesse verão de 45 graus .

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • A

              Alex

              26/11/2020 14:17:33

              Que existe a doença é fato. O que questiono é o destaque exagerado e contabilidade exclusiva dos mortos pela Covid 19. Já morreram mais pessoas de problemas cardíacos e isso não é noticiado ou "homenageado" antes dos jogos. Sempre convivemos com doenças e mortes e qualquer perda é triste para família, independente da causa morte. Precisamos aprender a conviver com a doença, com os cuidados necessários, mas sem marginalizar ou culpar outras pessoas. O mundo não pode parar. As consequências são mais desastrosas do que a própria Covid 19.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • D

                Dylan Rees

                26/11/2020 14:05:33

                O Mundo registra nada. Pessoas podem contabilizar coisas. Por enquanto, a pandemia não pandemica atingiu 0,0076% da população de humanos do mundo. E esteve presente em uma fração mínima das mortes de humanos.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • A

                  Araucária

                  26/11/2020 13:29:55

                  Matemática, não adianta lutar contra ela. Ficam tentando represar a água da represa para sempre, mas uma hora estoura e alaga tudo......ou faz lockdown para sempre....impossível pois as consequencias serão muito piores que a doença, ou aprende a conviver com o vírus chines e espera a vacina e/ou a dita imunidade de rebanho....

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • E

                    Emerson

                    26/11/2020 13:22:38

                    E mesmo com toda esta enxurrada de mortos, ainda tem gente se assim podemos chamar que desacredita a pandemia e por certo acha que todos estes mortos são intrigas da oposição mundial que é apaixonada por brincar de pandemia. Tá difícil e só vai piorar!!!

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    • T

                      TIAGO

                      26/11/2020 11:52:59

                      Comércio não pode abrir na Argentina mesmo que com responsabilidade, limitando o número de consumidores; porém velório de Maradona pode aglomerar com estimativas de 1 MILHÃO de pessoas. As decisões dos governantes e a submissão da mídia nessa pandemia são verdadeiros atestados de incompetência e falta de rumo.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                      • S

                        Sr. Walker

                        26/11/2020 10:38:49

                        O mundo não sabe nada. Jornalistas tem que perguntar essas coisas para o nosso grande psicopata. Ele vai explicar tudo. De forma clara e cabal.

                        Denunciar abuso

                        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                        Qual é o problema nesse comentário?

                        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                        Confira os Termos de Uso

                        • J

                          joão José Augusto Mendes

                          26/11/2020 10:36:52

                          Uma coisa interessante, os dados são sempre do mundo chamado mundo livre, não se sabe absolutamente nada da China, Coreia do Norte, Cuba e Venezuela. A China já está usando sua vacina para vacinação em massa de seus 1,6 bi de hab.?

                          Denunciar abuso

                          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                          Qual é o problema nesse comentário?

                          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                          Confira os Termos de Uso

                          2 Respostas
                          • F

                            Freitas

                            26/11/2020 13:18:00

                            TIAGO: Sempre têm uns idhiotas que comentam o que não sabem. São os que seguem os blogs de conveniência. >>> A economia chinesa teve uma queda de 6,8% no primeiro trimestre de 2020, fortemente impactada pelo surto do novo coronavírus. O resultado ficou pior que as estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg, que projetavam um recuo de 6% da atividade da segunda maior economia do mundo neste início de ano.16 de abr. de 2020.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                          • T

                            TIAGO

                            26/11/2020 11:54:39

                            Por incrível que pareça só morreu 4 mil sendo exemplo de lockdown (para os subservientes) e a economia nem sentiu.

                            Denunciar abuso

                            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                            Qual é o problema nesse comentário?

                            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                            Confira os Termos de Uso

                        Fim dos comentários.