Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Influenciadores de direita dizem ter aumentado número de seguidores após anúncio de compra do Twitter
Elon Musk disse que decisão de compra do Twitter está relacionada à garantia da liberdade de expressão na plataforma| Foto: EFE/EPA/Britta Pedersen

As ações do Twitter despencaram nesta sexta-feira (13) depois que Elon Musk suspendeu temporariamente a proposta de US$ 44 bilhões para comprar a plataforma. Musk anunciou que ainda está interessado na aquisição e explicou que aguarda dados sobre a proporção de contas falsas presentes no site.

"O acordo está temporariamente suspenso devido à falta de detalhes que expliquem o cálculo de que as contas fake ou de spam representam de fato menos de 5% dos usuários", escreveu o bilionário em um tuíte para seus mais de 92 milhões de seguidores.

De acordo com a analista da Hargreaves Lansdown, Susannah Streetr, no entanto, Musk já tinha acesso a esse percentual. "Essa métrica de 5% já está disponível há algum tempo. Ele certamente já a teria visto. Portanto, essa espera pode ser estratégia para reduzir o preço", explica.

Combater os perfis falsos era um dos principais objetivos de Musk em uma eventual compra do Twitter. No dia em que anunciou o negócio, ele afirmou que queria acabar com os robôs, autenticar todos os usuários e abrir o código fonte dos algoritmos.

No início desta semana, ele disse também que reverteria o banimento do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, do Twitter, sinalizando a intenção de cortar a moderação do site.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]