i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Viagem espacial

Nasa prepara teste com novo foguete que irá à Lua

O voo ocorre num momento em que o presidente Barack Obama deve decidir se programa terá continuidade

  • PorReuters
  • 20/10/2009 17:06

A Nasa transportou na terça-feira um imponente foguete para a plataforma de lançamento, em preparativos para o primeiro teste do novo veículo, que substituirá os velhos ônibus espaciais e no futuro levará astronautas norte-americanos de volta à Lua.

O voo, marcado para a semana que vem, ocorre num momento em que o governo de Barack Obama avalia se manterá o programa do foguete Ares 1. Além de posicionar tripulantes na órbita da Terra para o transporte até a Lua, o Ares 1 deve servir como "táxi" para a Estação Espacial Internacional.

Uma comissão da Casa Branca encarregada de rever o programa de voos tripulados da Nasa deu aval a conceitos conflitantes - inclusive o de lançar astronautas em veículos comerciais, como o foguete Falcon 9, da empresa Space Exploration Technology, que deve fazer sua estreia no final de 2009 ou começo de 2010.

A Nasa investiu quase quatro anos e 350 milhões de dólares num foguete antecessor, conhecido como Ares 1-X. Esse veículo de 99 metros de altura - o maior foguete produzido desde a época do projeto Saturn, na década de 1960 - foi rebocado para uma plataforma de ônibus espaciais adaptada, no Centro Espacial Kennedy, de onde deve partir no dia 27.

Mesmo que o projeto Ares 1 seja cancelado, esse voo é crucial, segundo a Nasa.

"Faz muito tempo que a Nasa não constroi um novo veículo", disse o gerente da missão, Bob Ess. "O propósito desse teste é receber informações para que entendamos e possamos correlacionar nossos modelos informatizados. A partir disso, aprenderemos a usar esses dados para o próximo veículo de lançamento".

Cerca de 40 por cento dos novos foguetes fracassam nas estreias, mas a Nasa está tão confiante no seu veículo de teste que liberou o ônibus espacial Atlantis para ficar numa segunda plataforma, a apenas 2,4 quilômetros de distância, durante o voo do Ares 1-X.

O ônibus está sendo preparado para uma missão na Estação Espacial Internacional em novembro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.