i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
EUA

Nomeação de Amy Coney Barrett avança; Senado deve votar nesta segunda

    • Estadão Conteúdo
    • 25/10/2020 22:20
    Amy Coney Barrett
    Amy Coney Barrett: esperança pró-vida na Suprema Corte americana| Foto: Olivier DOULIERY / AFP

    Senadores republicanos votaram neste domingo para avançar a nomeação de Amy Coney Barrett para a Suprema Corte à confirmação final pouco mais de uma semana antes da eleição presidencial, apesar de objeções de democratas. A votação foi de 51 a 48.

    A confirmação de Barrett nesta segunda-feira, 26, já era esperada, com uma maioria dos republicanos unida em apoio à escolhida pelo presidente Donald Trump. Mas democratas tentavam manter o Senado em sessão durante a noite para tentar atrasar o processo, argumentando que o vencedor da eleição de 3 de novembro deve escolher o indicado para preencher a vaga deixada por Ruth Bader Ginsburg.

    Republicanos estão animados pela possibilidade de colocar uma terceira juíza escolhida por Trump na Corte, conseguindo uma maioria conservadora pelos próximos anos. A chegada de Barrett abre a possibilidade de uma nova era de decisões sobre aborto, casamento homossexual, e o Affordable Care Act (projeto de saúde aprovado durante o governo de Barack Obama).

    O vice-presidente Mike Pence tipicamente presidiria a sessão de votos, mas após um assessor próximo dele testar positivo para a covid-19, não está claro se ele cumprirá esse papel na votação.

    1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 1 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • H

      Humberto B

      ± 0 minutos

      Que exemplo de sabatina. A Juíza Barret é A Mulher empoderada. Respondeu com clareza e sabedoria os 4 dias. Esse processo é brutal, qualquer candidato medíocre ou mediano seria massacrado. Me faz sonhar que teremos juízes que zelam pela Constituição e não aventureiros que ousam legislar .

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso