Concepção sobre a sonda Curiosity, da Nasa, responsável por explorar o solo marciano | NASA/NASA
Concepção sobre a sonda Curiosity, da Nasa, responsável por explorar o solo marciano| Foto: NASA/NASA

A descoberta de evidências fortes sobre água corrente em suas montanhas abriu um novo capítulo sobre Marte -- e, principalmente, sobre a possibilidade de existir vida em seu território. Confira outros fatos descobertos sobre o planeta pelos satélites e missões em solo marciano:

Oceanos

Marte foi um planeta coberto de água em parte de sua superfície há bilhões de anos. Pesquisadores acreditam que dois terços do hemisfério norte marciano era ocupado por um oceano. Hoje, no entanto, é um cenário basicamente árido e bastante inóspito. Os cientistas ainda buscam explicações para os motivos que levaram ao desaparecimento do líquido da superfície, mas sabem, porém, que por algum motivo a atmosfera do planeta ficou mais fina e a queda na pressão do ar fez com que se perdesse essa água.

Gelo

Há água congelada nos polos do planeta, ainda resquício deste vasto oceano ancestral. Estima-se que 13% dele tenha resistido.

Marte tem água salgada líquida correndo em suas montanhas, anuncia Nasa

A Nasa divulgou um estudo nesta segunda-feira (28) com evidências de que Marte não tem apenas água congelada, mas, sim, correntes de água salgada escorrendo nas encostas de algumas montanhas durante o período do verão.

Leia a matéria completa
Condições para a vida

Neste passado distante, Marte tinha todas as condições para a vida como conhecemos: carbono, hidrogênio e oxigênio, entre outros elementos. As descobertas foram feitas pela sonda Curiosity, que analisou rochas que se formaram onde anteriormente havia água. Os estudos indicam ainda que esta água tinha pouco sal, o que a tornava consumível.

Metano

Em dezembro do ano passado, a Nasa anunciou que a sonda Curiosity detectou emissões de metano duraram cerca de dois meses. Como uma das principais fontes desse tipo de emissão é a atividade biológica, especulou-se que poderiam existir micro-organismos no Planeta Vermelho, o que não foi confirmado até agora.

Ecossistema

Cientistas da Nasa criaram uma câmara que simula as condições de pressão, temperatura e radiação em Marte. O objeto é desenvolver um ecossistema que permitiria a vida (como conhecemos na Terra) em solo marciano. Os pesquisadores testarão, inclusive, como se comportará a sobrevivência de micro-organismos.

Radiação

Os níveis de radiação experimentados pela sonda Curiosity estão acima dos suportados pelos humanos. E este é um dos empecilhos para que a Nasa envie uma missão tripulada ao Planeta Vermelho.

Tempo

Enquanto na Terra o dia tem uma duração de quase 24 horas (são 23h56), em Marte, dura 24h37 minutos. Com isso, e somada a distância para o sol, um ano marciano tem 687 dias.

Temperatura

Cientistas estimam que a temperatura média no Planeta Vermelho seja de -83 graus C (com variação de -140 graus C a 30 graus C). Como comparação, na Terra, a média é de 14 graus C (a variação é de -88 graus C a 58 graus C).

Gravidade

Em Marte, a gravidade é 62,5% menos intensa do que em nosso planeta. Isso resulta, em conjunto com outros fatores, em uma redução do peso de uma pessoa -- se você pesa 48 kg na Terra, em Marte, pesaria apenas 17 kg.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]