As nevascas que assolam Europa continuaram causando o caos no trânsito, provocando acidentes nas rodovias e atrasando as viagens de aviões e trens. Pelo menos seis pessoas morreram devido ao frio e aos acidentes na Itália, Hungria e Eslováquia. A temperatura em alguns locais chegou a perto dos 40 graus Celsius negativos.

Na Itália, dois moradores de rua foram encontrados mortos em Roma nos últimos dois dias e a cidade de Florença acordou na quinta-feira com a maior nevasca dos últimos 21 anos. As temperaturas no norte do país atingiram menos 29 graus Celsius. Em torno da cidade de Nápoles, foi decretado estado de emergência.

A rodovia que liga Budapeste, na Hungria, a Viena, na Áustria, foi fechada depois de cerca de 60 veículos colidirem e houve um grande engavetamento devido à neve que caiu durante a madrugada desta sexta-feira. Um menino sérvio de oito anos morreu e mais de 10 pessoas ficaram feridas com o acidente, algumas em estado grave.

A estrada foi reaberta por pouco tempo, mas as autoridades fecharam a rodovia novamente depois de um caminhão bater em um veículo dos bombeiros que participava dos trabalhos de resgate do engavetamento, informou a agência de notícias estatal húngara. Somente uma pista estava aberta no principal aeroporto internacional de Budapeste e as viagens de trem também estavam atrasadas.

Na Eslováquia, a principal saída de Bratislava também foi fechada após entre 40 e 60 carros se envolverem em um gigantesco acidente. A Polícia informou que, pelo menos, três pessoas morreram nas estradas e 20 ficaram feridas.

O exército foi chamado para ajudar a limpar as rodovias que ligam a capital com a parte central e norte da Eslováquia, que estava, com 1,5 metro de neve.

- A estrada de Bratislava para Trnava está intransitável. Há muitos carros parados esperando - disse a porta-voz da polícia, Marta Bujnakova.

Trnava fica a 45 quilômetros a nordeste de Bratislava.

As autoridades da Eslováquia fecharam uma das passagens com a fronteira da Áustria e a polícia informou que somente carros equipados com pneus para neve poderiam chegar ao país até que as condições melhorem.

Temperaturas abaixo de zero

No sul da Alemanha, motoristas que estavam indo para as estações de esqui foram surpreendidos por engarrafamentos nas estradas. De acordo com o serviço meteorológico privado Meteomedia, a temperatura mais baixa no Sul da Alemanha durante a noite foi de 38,9 graus Celsius negativos.

A Suíça também foi assolada pelo mau tempo e registrou a temperatura mais baixa desta temporada. Segundo o serviço meteorológico MeteoSwiss, em La Brevine, que fica a 1,050 metros de altitude, a temperatura chegou a 35,9 graus Celsius abaixo de zero.

O Instituto Meteorológico da Bélgica emitiu um alerta para as regiões de Namur e Liege informando que as condições já estavam "muito perigosas".

Na França, o congelamento da chuva que caiu após a neve deixou as estradas ainda mais escorregadias. Em torno de Tours, a polícia relatou uma dúzia de acidentes em uma hora.

No sul da Polônia, uma forte nevasca fez com que as rodovias ficassem escorregadias e a principal estrada da região ficou inacessível e o aeroporto de Krakóvia registrou atrasos de mais de uma hora nos vôos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]