O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, fez um apelo a Israel nesta terça-feira para que aceite uma participação internacional na investigação sobre o ataque israelense à flotilha de ajuda humanitária à Faixa de Gaza, que deixou nove mortos na semana passada.

Um dos porta-vozes da ONU, Farhan Haq, disse que Ban deseja enfatizar que "um envolvimento internacional fidedigno é crucial para que aconteça uma investigação imparcial e transparente" sobre o episódio. O Conselho de Segurança da ONU aprovou uma investigação internacional imparcial sobre o ataque israelense de 31 de maio.

"O secretário-geral entende que Israel ainda considera se e em qual extensão introduzirá um elemento internacional ao processo de investigação", disse Haq. A pressão dos Estados Unidos para que Israel aceite uma investigação com participação internacional também cresceu nos últimos dias.

Os palestinos, os países árabes e a Turquia insistem que a investigação precisa ser independente. Mas o embaixador de Israel nos EUA descartou tal possibilidade, acreditando que a comunidade internacional não será imparcial e que o governo israelense é capaz de investigar sozinho o ataque.

Espera-se que a investigação esteja no topo da agenda da reunião entre o chanceler de Israel, Avigdor Lieberman, e a embaixadora dos EUA na ONU, Susan Rice. Os dois terão um encontro na quarta-feira em Nova York.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]