A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) planeja enviar uma nova frota militar nos próximos meses para combater a pirataria ao largo da Somália, informou nesta quinta-feira (19) um porta-voz da aliança atlântica. "Baseado no que foi acertado nas discussões, vocês podem esperar para ver outra operação naval da Otan no litoral da Somália na próxima primavera, como parte do esforço geral para combater a pirataria", disse o porta-voz da Otan, James Appathurai, em encontro com ministros da defesa.

Em novembro, a Otan enviou quatro navios de guerra às águas da costa da Somália e ao Golfo de Áden para reprimir os piratas, que estavam sequestrando uma série de navios mercantes, numa das rotas marítimas mais frequentadas do mundo. Em dezembro, a frota da Otan foi substituída por uma frota da União Europeia que permanecerá no litoral somali e no Golfo de Áden até dezembro de 2009.

Um número de outros países, como China, Rússia e Índia também contribuiu com navios de guerra para combater a pirataria. O Conselho de Segurança das Nações Unidas autorizou os países a enviarem navios de guerra para combater a pirataria no litoral da Somália e usarem "todos os meios necessários" para coibir o roubo armado nos mares.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]