Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O papa Francisco pediu neste domingo à Virgem Maria ajuda nos dramas daqueles que são "excluídos, desprezados e perseguidos por causa de sua fé", e invocou sua proteção nos trabalhos do Sínodo dos Bispos sobre a Família.

O pontífice pronunciou estas palavras instantes antes de rezar o Angelus da janela do Palácio Apostólico. Durante seu discurso, o bispo de Roma ressaltou que "a bondade de Deus, de fato, não tem confins, não discrimina ninguém". Ele encorajou os milhares de fiéis presentes na Praça de São Pedro a reconhecer que "também quem é marginalizado ou desprezado pela sociedade é objeto da generosidade de Deus".

A 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos sobre a Família começou no último dia 6 e terminará no próximo dia 19, no Vaticano. Durante esse período, bispos trocam opiniões sobre diversos temas, como o reconhecimento das uniões homossexuais, o conceito de família e o a permissão para que divorciados que tenham se casado novamente possam comungar.

Hoje, os bispos trabalham para redigir e aprovar um documento final que entregarão ao papa Francisco. As conclusões, como lembrou o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, serão o ponto de partida para o Sínodo Ordinário de outubro de 2015, que também terá a família como tema.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]