Lahore - Ao menos 24 pessoas foram detidas na cidade de Lahore, no Paquistão, por possível relação com o ataque de ontem contra um ônibus que transportava a seleção de críquete do Sri Lanka na cidade. As prisões foram resultado de uma grande operação realizada após o ataque para tentar encontrar os homens armados responsáveis pelo atentado que matou sete pessoas e feriu outras seis.

A polícia de Lahore fez batidas em diferentes pontos da cidade, especialmente nos mercados, e apreendeu armas, granadas, munição e jaquetas para atentados suicidas, segundo a fonte, citada pelo canal de tevê Dawn. Contudo, ainda não há confirmação da participação de nenhum dos suspeitos detidos no atentado.

O canal de tevê Geo afirma que ao menos 60 pessoas foram detidas. As autoridades ofereceram uma recompensa de US$ 125 mil por informações sobre os terroristas. O ônibus da seleção do Sri Lanka foi atacado por terroristas na chegada ao estádio Gaddafi, na cidade de Lahore, para uma partida contra o time paquistanês. Segundo a polícia, o grupo era formado por 12 terroristas com fuzis, granadas e lança-foguetes.

Com alguns feridos, mas nenhum deles com gravidade, os jogadores do Sri Lanka foram recebidos ontem em Colombo entre lágrimas pelos familiares e as autoridades.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]